UAI
Publicidade

Estado de Minas TWIITER

''Quero ver, rsrs'', diz Cristiane Brasil após PTB anunciar sua expulsão

A ruptura com a legenda acontece em meio a possibilidade de filiação do presidente Jair Bolsonaro


07/10/2021 16:46 - atualizado 07/10/2021 16:53

A ex-deputada federal Cristiane Brasil
A ex-deputada federal Cristiane Brasil será expulsa do PTB (foto: LUIS MACEDO)

A ex-deputada federal Cristiane Brasil , o pastor Fadi Faraj e o blogueiro bolsonarista Oswaldo Eustáquio serão expulsos do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB). A sigla informou a decisão, na noite desta quarta-feira (6/10), por meio de um comunicado divulgado nas redes sociais.

"A Secretaria Jurídica do PTB informa que Cristiane Brasil, Fadi Faraj e Oswaldo Eustáquio serão expulsos da legenda", diz a publicação.

Cristiane Brasil, que também é filha de Roberto Jefferson , presidente do partido, respondeu ao anúncio: "Quero ver, rsrs (risos)", disse no tuíte que foi apagado logo em seguida.

A ruptura com a legenda acontece em meio a possibilidade de filiação do presidente Jair Bolsonaro. Com a prisão de Roberto Jefferson desde agosto, a vice-presidente, Graciela Nienov, assumiu o comando do PTB e vem tomando uma série de medidas para oficializar a filiação presidencial.

No início deste mês, a ex-deputada se tornou alvo de um processo disciplinar interno por ter acusado Nienov de colocar a "liberdade, a segurança e a saúde" de Jefferson em risco e de estar se aproveitando da prisão do pai.
"Isso tudo virá a público e todos saberão quem ela é. Para finalizar, não quero presidência de partido nenhuma, quero meu pai presidindo o PTB, livre, saudável e solto. Do jeito que essa interina está fazendo, meu pai pode apodrecer na cadeia!", afirmou em agosto.

Expulsão do pastor e blogueiro bolsonarista

A cúpula do partido também decidiu pela expulsão do blogueiro bolsonarista Oswaldo Eustáquio e do pastor evangélico Fadi Faraj, que ocupava a presidência da sigla no Distrito Federal. Segundo o PTB, o religioso disseminava "recorrentes manifestações inverídicas criadas e incentivadas por ele contra a instituição política e seus integrantes".

Na mesma publicação onde anuncia a expulsão, a legenda diz: "Além disso, Fadi Faraj e Oswaldo Eustáquio responderão por denunciação caluniosa após disseminação de fake news sobre o partido, em especial, contra a Vice-Presidente (do PTB) Graciela Nienov".

Faraj usou o twitter para se pronunciar sobre o julgamento. "A vice mais uma vez falta com a verdade! O que vemos aqui é vingança devido a liminar que me DEVOLVEU a PRESIDÊNCIA do PTB-DF. A Nacional NÃO TRANSFERIU 1 real de fundo partidário p/o DF, mas gastou de outras formas", escreveu.



receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade