UAI
Publicidade

Estado de Minas BRIGA NA CPI

Wagner Rosário, ministro da CGU, pede desculpas a Simone Tebet

Ministro chamou senadora de 'descontrolada' durante a CPI da COVID


21/09/2021 19:08 - atualizado 21/09/2021 19:16

Bate-boca entre o depoente e senadores oposicionistas
Bate-boca entre o depoente e senadores oposicionistas (foto: Leopoldo Silva/Agência Senado)
O ministro da Controladoria-Geral da União, Wagner Rosário, pediu desculpas para a senadora Simone Tebet (MDB-MT) pelas redes sociais. O ministro tinha chamado a senadora de “descontrolada” durante o depoimento na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da COVID.
 
 
“Senadora Simone Tebet. Apesar de tê-lo feito pessoalmente, reitero meus pedidos de desculpas caso minhas palavras tenham lhe ofendido. Às vezes, no calor do embate, somos agressivos inconscientemente. Estendo minhas desculpas a todas as mulheres que tenham se sentido ofendidas”, afirmou.
 
 

Rosário foi acusado de prevaricação por não agir diante de irregularidades identificadas pela Controladoria-Geral da União no Ministério da Saúde. A briga começou após ele chamar Simone de “descontrolada”. 

A declaração aconteceu após os questionamentos feitos por Simone Tebet. “A senhora falou diversas inverdades. Precisa rever os contratos”, disse o ministro para Tebet.

“O senhor pode falar que eu falei inverdades, mas me mandar reler os contratos não pode. Me respeite! Sou senadora da República”, respondeu Simone. 

Em seguida, Rosário acusou Simone. “A senhora está totalmente descontrolada.”  

A fala gerou uma comoção dos senadores. Apenas o senador governista Marcos Rogério (DEM-RO) defendeu o ministro.
 

O que é uma CPI?

As comissões parlamentares de inquérito (CPIs) são instrumentos usados por integrantes do Poder Legislativo (vereadores, deputados estaduais, deputados federais e senadores) para investigar fato determinado de grande relevância ligado à vida econômica, social ou legal do país, de um estado ou de um município. Embora tenham poderes de Justiça e uma série de prerrogativas, comitês do tipo não podem estabelecer condenações a pessoas.

Leia também:  Entenda como funciona uma CPI


O que a CPI da COVID investiga?

 
 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade