UAI
Publicidade

Estado de Minas INDICAÇÃO AO STF

Pacheco diz que conversará com Alcolumbre sobre sabatina de André Mendonça

Presidente do Senado evitou falar, contudo, sobre motivos de Alcolumbre para postergar análise do nome de Mendonça para a cadeira de Marco Aurélio Mello no STF


16/09/2021 12:35 - atualizado 16/09/2021 12:39

None
(foto: Pedro Gontijo/Senado Federal)
O presidente do Senado Federal, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), disse, nesta quinta-feira (16/9), que conversará com o senador Davi Alcolumbre (DEM-AP) para  destravar a indicação de André Mendonça para o Supremo Tribunal Federal .


A demora é vista por parlamentares como uma forma de represália ao presidente Jair Bolsonaro. Parlamentares já disseram ao Correio se sentirem incomodados com a atitude de Alcolumbre, que definiram como sendo uma utilização da CCJ como ferramenta de chantagem política.

"Acho que nós estamos em um bom caminho para poder exaurir esse assunto com a sabatina do ministro André Mendonça", disse Pacheco hoje. "Conversarei com o presidente Davi Alcolumbre, obviamente respeitando a autoridade dele como presidente da CCJ, mas sempre faremos a ponderação do melhor caminho, o caminho de consenso para podermos resolver essa questão", acrescentou.

"Tema complexo"
Pacheco disse que desconhece a informação de que Alcolumbre estaria atuando para desfavorecer Mendonça e tentar emplacar outro nome no Supremo. "As razões pelas quais ainda não foi feita a sabatina podem ser muitas, inclusive o fato de que se exige o esforço concentrado, a presença em Brasília. É um tema complexo, é uma indicação ao Supremo Tribunal Federal", justificou.

"Há outras pendências, também, relativas ao Conselho Nacional de Justiça, ao Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), então vamos fazer o arranjo necessário para resolver não só essa indicação, mas aquelas que estão pendentes", completou.

Com o impasse envolvendo Mendonça, o nome de Augusto Aras, da PGR, e o de Humberto Martins, do STJ, aparecem entre os mais prováveis em caso de rejeição. André Mendonça, no entanto, tem a simpatia de ministros do STF e é bem visto pela maioria dos senadores, que acreditam que ele preenche os requisitos técnicos para a vaga.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade