Publicidade

Estado de Minas RETORNO

Câmara Municipal de Uberaba volta a ter sessões presenciais, mas híbridas

Reuniões começam nesta segunda (2) e poderão mesclar participações presenciais e remotas; se o parlamentar optar pela presencial, poderá levar um assessor


02/08/2021 17:10 - atualizado 02/08/2021 17:24

Para segurança dos vereadores em relação à COVID-19, foram instaladas proteções de acrílico nas bancadas do plenário(foto: Câmara Municipal de Uberaba/Divulgação)
Para segurança dos vereadores em relação à COVID-19, foram instaladas proteções de acrílico nas bancadas do plenário (foto: Câmara Municipal de Uberaba/Divulgação)
Diante de uma queda de cerca de 50% do número de mortes por COVID-19 durante o mês de julho, a Câmara Municipal de Uberaba (CMU) retoma às 18h desta segunda-feira (2/8) as suas sessões em formato híbrido, depois de cerca de quatro meses realizando os seus encontros somente de forma virtual.
 
A sessão desta segunda-feira contará com votações de dois projetos de lei, ambos de autoria dos vereadores.
 
Para o retorno das sessões híbridas, o plenário do Legislativo de Uberaba foi adequado com a instalação de proteção acrílica entre as bancadas dos vereadores.

Eles poderão ser acompanhados apenas por um assessor parlamentar, devendo os mesmos permanecerem na área de plateia do plenário durante as reuniões.
Desde março deste ano, as sessões legislativas da CMU aconteciam no formato não presencial, sendo que apenas a Mesa Diretora comparecia ao plenário, enquanto o restante dos vereadores uberabenses acompanhava as deliberações virtualmente.
 
“A presença dos parlamentares, assessores e funcionários no plenário só será permitida diante do uso de máscaras.
 
As sessões plenárias deverão ter intervalo de 15 minutos a cada duas horas de duração para fins de higienização do plenário, bem como para a substituição segura das máscaras utilizadas pelos vereadores”, afirmou Ismar Marão que considerou que a volta das reuniões híbridas na CMU acontece devido à aceleração da vacinação e a queda nos números de pacientes acometidos pela COVID-19.
 
“Entendemos que a situação nos possibilita fazer as reuniões dessa forma. Lógico, que sem nos descuidarmos das medidas de proteção”, destacou o presidente.
 
Segundo ele, a primeira reunião analisará dosi projetos. Um do vereador Marcos Adad Jammal, que quer alterar a Lei Municipal nº 12.608/2017, que ‘dispõe sobre Consolidação da Legislação Municipal de Calendário Popular’, versando sobre o “Dia do Artista Popular de Rua”.
 
Já o outro projeto de Lei, de nº 414/21, de autoria do vereador Samuel Pereira, busca declarar de utilidade pública o Centro de Recuperação Vida Nova.
 

Redução de cerca de 50% nas mortes e UTI pública lotada, em Uberaba

No mês de julho, em Uberaba, os óbitos causados pela COVID-19 caíram cerca de 50%. Foram registradas 72 mortes, contra 134 em junho. Em maio, foram contabilizados 224 óbitos e em abril, o mês mais letal, 240.
 
Outra queda registrada em julho no município foi com relação aos novos casos da doença: 3.309. Em junho, foram 3.927; maio, 5.351 (o mês com mais casos positivos) e em abril, 4.847 novos casos.
 
Por outro lado, a ocupação da UTI pública de Uberaba, após leve redução durante o início e grande parte do mês de julho, voltou a ficar preocupante nos últimos dias.
 
Neste momento, segundo o último boletim epidemiológico, de 60 leitos disponíveis, 52 estão ocupados. A situação não chega a ser alarmante porque a ocupação desta ala do setor privado está sob controle: de 43 leitos disponíveis, 22 estão com pacientes graves da doença.
 
Já com relação à atual situação da vacinação em Uberaba, de acordo com o superintendente da Regional de Saúde Triângulo Sul, Maurício Ferreira, está prevista a chegada de novas doses da 32ª remessa para região, as quais devem chegar no aeroporto de Uberaba no início da tarde desta terça-feira (3/8).
 
No aguardo da chegada desta nova remessa, a Secretaria Municipal de Saúde informou que a vacinação segue atendendo nesta segunda-feira (2/8), o público de 2ª dose, conforme cartão de vacinação.
 
Desde o início da pandemia, em Uberaba, foram registrados 36.771 casos positivos da doença, sendo que 1.209 pessoas morreram.
 
De acordo com o último Vacinômetro, o município já recebeu 260.606 doses da vacina contra a COVID-19, sendo aplicadas 249.8555.
 
Do total, 185.688 tomaram a primeira dose, enquanto 56.265 receberam as duas e 7.902 foram imunizados com dose única.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade