Publicidade

Estado de Minas CPI da COVID

Rosa Weber autoriza governador do Amazonas a não depor na CPI da COVID

Ministra do STF concedeu a Wilson Lima (PSC) o direito de escolher se comparece ou não à CPI da COVID e, se ele for, poderá ficar em silêncio


10/06/2021 00:26 - atualizado 10/06/2021 00:45

Depoimento de Wilson Lima na CPI da COVID está marcado para esta quinta-feira(foto: Isac Nóbrega/PR)
Depoimento de Wilson Lima na CPI da COVID está marcado para esta quinta-feira (foto: Isac Nóbrega/PR)
A ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal (STF), concedeu, no fim da noite desta quarta-feira (9/6) ao governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC), o direito de escolher se comparece ou não à CPI da COVID. O depoimento de Wilson Lima está marcado para esta quinta-feira (10/6). 

Caso decida comparecer, ele poderá ficar em silêncio ou deixar o local, se entender que isso seja necessário para sua defesa. O governador também não precisará fazer o juramento de dizer a verdade, se decidir falar à comissão.

A defesa do governador do Amazonas acionou o STF contra a convocação nessa terça-feira (8/6). O argumento é de que a convocação de um governador é inconstitucional e viola o princípio da separação de poderes.

"A convocação do paciente Wilson Lima [...] afronta as cláusulas pétreas da forma federativa do estado e da separação de poderes, consubstanciando, ademais, violação de princípios constitucionais sensíveis relacionados à regra de não intervenção federal nos estados e no Distrito Federal, salvo nos casos excepcionais estabelecidos na própria Carta Magna", afirmou a defesa.

Wilson Lima foi convocado para ser questionado sobre temas como suspeitas de desvios de verbas que deveriam ter sido destinadas ao combate à pandemia de COVID-19; colapso no sistema de saúde do Amazonas; crise no abastecimento de oxigênio em hospitais; e oferta de cloroquina para pacientes com a doença.

Ele chegou a ser denunciado pela Procuradoria-Geral da República (PGR) por suspeitas de desvios de recursos no estado. Wilson Lima nega as acusações.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade