Publicidade

Estado de Minas LUTO

Presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, lamenta morte de Bruno Covas

"Bruno Covas era, sem dúvida, um dos maiores quadros da nossa geração, representante dos ideais da social democracia", disse Pacheco


16/05/2021 12:05 - atualizado 16/05/2021 12:21

Presidente do Senado, senador Rodrigo Pacheco(foto: Sérgio Lima/AFP))
Presidente do Senado, senador Rodrigo Pacheco (foto: Sérgio Lima/AFP))


O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, lamentou, por meio de nota, a morte do prefeito de São Paulo, Bruno Covas.

 

Leia abaixo a íntegra da nota, divulgada neste domingo (16/05).

''Com muita tristeza recebo, neste domingo (16), a notícia do falecimento do prefeito de São Paulo, Bruno Covas, 41 anos, que lutava incansavelmente contra um câncer. Bruno Covas era, sem dúvida, um dos maiores quadros da nossa geração, representante dos ideais da social democracia, valores defendidos pelo seu partido, o PSDB, que teve entre os fundadores o seu avô, Mário Covas.

Em 2015, ingressamos juntos na Câmara dos Deputados, onde convivemos até ele assumir o cargo de vice-prefeito de São Paulo, em 2017. Em 2019, tornou-se prefeito da capital e, no ano seguinte, em meio ao tratamento da doença, foi reeleito à prefeitura de São Paulo no segundo turno das eleições.

Uma carreira vitoriosa, tristemente interrompida hoje.

Em nome do Congresso Nacional, expresso os meus profundos sentimentos de pesar ao seu filho, à sua família e à população de São Paulo.''


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade