Publicidade

Estado de Minas PESQUISA

Corrida presidencial: Doria está à frente de Lula e Bolsonaro em rejeição

Apesar do alto índice, governador de São Paulo é um dos presidenciáveis com mais potencial entre os indecisos, segundo pesquisa do Instituto Paraná


07/05/2021 17:35 - atualizado 07/05/2021 18:38

Governador paulista, João Doria é uma das opções do PSDB para disputar o Palácio do Planalto em 2022(foto: Evaristo Sá/AFP)
Governador paulista, João Doria é uma das opções do PSDB para disputar o Palácio do Planalto em 2022 (foto: Evaristo Sá/AFP)
O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), tem a maior rejeição entre os principais presidenciáveis. Pesquisa feita pelo Instituto Paraná Pesquisas, divulgada nesta sexta-feira (7/5), aponta que 52,4% dos entrevistados não pretendem votar no tucano em hipótese alguma.

O índice de rejeição de Doria é superior aos percentuais de Jair Bolsonaro (sem partido) e Luiz Inácio Lula da Silva (PT), tidos como prováveis candidatos ao Palácio do Planalto em 2022.

O atual presidente não é opção de voto para 48,1%. O petista, por sua vez, é completamente descartado por 47,1%.   

Terceiro colocado na corrida presidencial de 2018, Ciro Gomes, do PDT, tem a rejeição de 49,4% dos participantes.

Embora seja vice-líder no que tange à rejeição, Bolsonaro é o que acumula mais eleitores convictos. O Paraná Pesquisas aponta que 26,7% garantem votar no capitão reformado. Lula tem 22,3% de votos “assegurados”.

O potencial da dupla é bastante superior aos vistos nos casos de Ciro Gomes e João Doria. O pedetista garantiu, no atual cenário, 3,6% das intenções de voto. Os eleitores convictos do tucano, por outro lado, são apenas 1,5%.

Mais de 40% podem votar em Ciro

Apesar do tímido índice de votos “assegurados”, Ciro Gomes pode arrebatar os indecisos. O levantamento aponta que 42,1% do eleitorado considera dar uma chance ao pedetista. João Doria é cogitado por 39,9% dos participantes.

No que tange à Lula, 28,7% afirmam poder escolhê-lo para presidir o país. Bolsonaro é cogitado por 23,7%.

Bolsonaro vence todos no segundo turno

O levantamento mostra, ainda, domínio de Bolsonaro em todos os cenários traçados. Ele venceria Doria, Lula ou Ciro em eventuais segundos turnos. Tidos como forças relevantes, Luiz Henrique Mandetta (DEM) e o apresentador de televisão Luciano Huck não chegam aos dois dígitos nos cenários em que aparecem.

(foto: Janey Costa/EM/D.A Press)
(foto: Janey Costa/EM/D.A Press)


Além de Doria, a pesquisa traça cenas em que o PSDB é representado pelo senador cearense Tasso Jereissati ou pelo governador gaúcho Eduardo Leite. O presidente do Senado Federal, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), também é citado.

A pesquisa

Para chegar aos números contidos no levantamento, o Paraná Pesquisas entrevistou de 2010 eleitores dos 26 estados e do Distrito Federal. Cento e noventa e oito municípios foram contemplados. As conversas ocorreram entre 30 de abril e 4 de maio.

Quadro de rejeição - corrida presidencial de 2022

Com certeza votaria:

  1. Bolsonaro: 26,7%
  2. Lula: 22,3%
  3. Ciro: 3,6%
  4. Doria: 1,5%

Poderia votar:

  1. Ciro: 42,1%
  2. Doria: 39,9%
  3. Lula: 28,7%
  4. Bolsonaro: 23,7%

Não o conhece suficientemente para opinar:

  1. Doria: 4,3%
  2. Ciro: 3,1%
  3. Bolsonaro: 0,6%
  4. Lula: 0,4%

Não sabe ou não opinou sobre:

  1. Doria: 1,9%
  2. Ciro: 1,8%
  3. Lula: 1,5%
  4. Bolsonaro: 0,9%


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade