Publicidade

Estado de Minas PANDEMIA

Deputado pede interdição de Bolsonaro: 'Grave doença mental'

Para Fausto Pinato, presidente da Frente Parlamentar Brasil-China, falas de Bolsonaro refletem 'possível desvio de personalidade da maior autoridade do Brasil'


05/05/2021 17:22 - atualizado 05/05/2021 19:15

O presidente Jair Bolsonaro voltou a levantar dúvidas sobre a origem do vírus da COVID-19 nesta quarta-feira (5/5)(foto: PR/Reprodução)
O presidente Jair Bolsonaro voltou a levantar dúvidas sobre a origem do vírus da COVID-19 nesta quarta-feira (5/5) (foto: PR/Reprodução)
Após o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) culpar a China por ter, segundo ele, “criado” a COVID-19 como parte de uma “guerra biológica", o deputado federal Fausto Pinato (PP-SP), presidente da Frente Parlamentar Brasil-China, afirmou que está preocupado com a sanidade mental do presidente. 

“Não se trata de uma pessoa irresponsável, desequilibrada e sem noção de mundo. Na verdade, pode se tratar de uma grave doença mental que faz o presidente confundir realidade com ficção.”

Ele ainda explicou que o Brasil está diante de um caso onde talvez seja preciso internar o presidente. “Penso que estamos diante de um caso em que recomenda-se a interdição civil para tratamento médico. O Brasil agradece.”

Confira a nota

Nota de Fausto Pinato(foto: Redes Sociais/Reprodução)
Nota de Fausto Pinato (foto: Redes Sociais/Reprodução)


Entenda


O presidente Jair Bolsonaro voltou a levantar dúvidas sobre a origem do vírus da COVID-19 nesta quarta-feira (5/5). Ele mencionou teorias conspiratórias segundo as quais o vírus teria sido criado em laboratório, algo que cientistas já disseram ser improvável, ou que teria se espalhado a partir a ingestão de um "animal inadequado" - em referência a vídeos que mostrariam chineses tomando sopa de morcego, um hábito que não é comum no país asiático.

Leia: Bolsonaro fala em 'guerra química' e faz insinuações sobre a pandemia
 
Sem citar a China, Bolsonaro insinuou que a pandemia seria um instrumento de guerra para garantir maior crescimento econômico. Também voltou a defender a prescrição de cloroquina como tratamento precoce contra a COVID-19,


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade