Publicidade

Estado de Minas PANDEMIA

Bolsonaro evita falar hidroxicloroquina em live: 'Vão bloquear a página'

Presidente chamou remédio de 'HCK' e voltou a defender o uso contra a COVID-19


01/04/2021 20:53 - atualizado 01/04/2021 21:00

Bolsonaro evitou citar a hidroxicloroquina durante a live(foto: Reprodução/Facebook)
Bolsonaro evitou citar a hidroxicloroquina durante a live (foto: Reprodução/Facebook)
O presidente Jair Bolsonaro evitou citar nesta quinta-feira (1º/4), na sua tradicional live nas redes sociais, a hidroxicloroquina, remédio defendido por ele como tratamento contra a COVID-19, mas que não tem comprovação científica que realmente ajude contra a doença. 


“Passou a ser crime o tratamento precoce, tem que seguir o ‘protocolo Mandetta’: vai pra casa, quando sentir falta de ar vai ser intubado”, disse o presidente. 

“Tivemos aí um vídeo de um médico brasileiro, que receitou para uma pessoa, com sintomas de COVID, dipirona e paracetamol. Daí o paciente falou: ‘Doutor, quero tomar… HCK’. Para não falar o nome aqui, porque vão bloquear minha página”, completou. 

As redes sociais têm emitido alertas e até suspendendo usuários que divulguem o uso de remédios como cloroquina, ivermectina e azitromicina contra a COVID-19. 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade