Publicidade

Estado de Minas CRÍTICA

Bolsonaro alfineta Kalil e eleitores de BH: 'Se fechar, o problema é teu'

Presidente citou prefeito de Belo Horizonte ao defender posição do ministro do Supremo Tribunal Federal Kassio Marques em votação sobre medidas restritivas


17/12/2020 21:39 - atualizado 17/12/2020 21:54

Bolsonaro lembrou do nome de Kalil durante live semanal nesta quinta-feira (17/12)(foto: Reprodução de Internet)
Bolsonaro lembrou do nome de Kalil durante live semanal nesta quinta-feira (17/12) (foto: Reprodução de Internet)
Durante sua live semanal, nesta quinta-feira (17/12), o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) alfinetou o prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD), e eleitores da capital mineira que reelegeram o atual chefe do Executivo. Bolsonaro disse que se Kalil optar por fechar alguns setores do comércio futuramente para conter a proliferação da COVID-19 “o problema” será de quem votou no líder da prefeitura.

Bolsonaro defendia o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Kassio Nunes Marques, que acompanhou o relator, ministro Ricardo Lewandowski, na votação de medidas restritivas para quem optasse por não se vacinar contra a COVID-19. Na ocasião, Nunes Marques fez a ressalva de que a vacinação obrigatória teria que ser em último recurso e que ações de restrição teriam que ser tomadas pelo governo federal.

Por ter acompanhado Lewandowski na votação, que terminou em 10 a 1 a favor das medidas restritivas, Nunes Marques foi criticado na internet por eleitores de Bolsonaro. O presidente, então, reagiu, destacando que Kassio opinou favoravelmente para que o governo federal estabelecesse as medidas restritivas, e não prefeitos e governadores.

Foi então que Bolsonaro citou Kalil, relembrando que pediu votos para Bruno Engler (PRTB), derrotado em BH com 9,95% dos votos, ficando em segundo lugar no pleito deste ano.

“Tem prefeitos novos assumindo agora em janeiro. A vacina não vai estar pronta em dezembro, então vai depender dos prefeitos. Você que reelegeu o prefeito da tua cidade, você conhecia a vida dele. Você conhecia o prefeito de Belo Horizonte? Que eu pedi voto para outro cara (Bruno Engler) e reelegeu o cara (Kalil)? Ele fechou tudo. Qual vai ser a atitude dele agora? Não sei. Mas vocês escolheram ele. Então se ele fechar, o problema é teu. Você não votou nele?”, disparou.

Alexandre Kalil se reuniu na tarde desta quinta com o Comitê de Enfrentamento à Epidemia da COVID-19 para discutir o aumento de casos nas últimas semanas e como fica BH nas festas de fim de ano.

A assessoria da administração municipal confirmou que, nesta sexta-feira (18/12), a prefeitura concederá uma coletiva à imprensa.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade