Publicidade

Estado de Minas Posição

Kalil no Roda Viva: 'Bolsonaro errou muito na pandemia'

Prefeito de Belo Horizonte criticou a condução do presidente diante da crise da COVID-19


30/11/2020 22:21 - atualizado 30/11/2020 22:41

Prefeito lamentou a condução da COVID-19 pelo governo federal(foto: Reprodução/TV Cultura)
Prefeito lamentou a condução da COVID-19 pelo governo federal (foto: Reprodução/TV Cultura)
Convidado do programa Roda Vida desta segunda-feira (30/11), o prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD) criticou a atuação do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na pandemia do novo coronavírus. 

"O presidente Bolsonaro errou muito na pandemia. Por quê que ele errou muito? Vamos ser muito sinceros. Ele derramou dinheiro na pandemia. Negar a pandemia era verbalizar. Foi de graça. Não custou nada. Então o mais difícil de fazer, ele fez. Não economizou na pandemia. Se ele não tivesse negado, ele teria gastado a metade do que ele gastou. Se ele tivesse liderado a nação, ele teria gastado a metade do que ele gastou”, disse Kalil.

“O presidente da República é um líder, gostando dele ou não. Já falei que não preciso dele como amigo, preciso para me dar dinheiro para a saúde, educação, infraestrutura. Na hora de reconstruir a cidade (após as chuvas de janeiro), custou R$ 200 milhões e o governo federal mandou R$ 7 milhões. É pra isso que eu preciso dele, meus amigos de tomar cerveja eu já tenho. Faltou a liderança que a gente está vendo na Europa, que é o primeiro ministro que fala, o presidente que fala, o líder nos guiando”, completou o prefeito. 

Kalil também demonstrou preocupação com prefeituras de cidades menores de Minas, no contexto da falta de uma liderança durante a pandemia. O prefeito da capital mineira destacou a questão da vacina, uma vez que há uma "guerra imunológica" entre São Paulo, com a CoronaVac, e o governo federal.

"Quando o Supremo Tribunal (Federal) fala: “Prefeito, o problema é seu”. Então tá. A Prefeitura de Belo Horizonte é uma prefeitura robusta, então deixa comigo. E a Prefeitura de Igarapé? E a Prefeitura de Matipó? E a Prefeitura de Machacalis? Estou falando de cidades pequenas de Minas Gerais. Como que o problema é meu? A convulsão que houve na fala, foi a pior coisa que aconteceu. O mais difícil ele fez. Agora com a vacina vem a mesma coisa, concluiu.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade