Publicidade

Estado de Minas RESPOSTA

Carlos Bolsonaro sobre Moro: 'Saudades de viver em um mundo onde homens eram homens'

O ex-ministro afirmou para Polícia Federal que Carlos Bolsonaro teria ligações com o 'gabinete do ódio'


27/11/2020 16:25 - atualizado 27/11/2020 16:59

Carlos Bolsonaro e Sergio Moro(foto: Redes Sociais/Reprodução Agência Brasil/Reprodução)
Carlos Bolsonaro e Sergio Moro (foto: Redes Sociais/Reprodução Agência Brasil/Reprodução)
Após a notícia de que o ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, afirmou para Polícia Federal, que o filho do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), o vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ), é ligado ao chamado “gabinete do ódio” repercutir nos grandes jornais, o filho 02 do presidente usou as redes sociais nesta sexta-feira (27/11) para responder o ex-ministro.  Segundo Carlos, “não há qualificação para mais essa tentativa boçal.”


Conhecido por “gabinete do ódio”, o grupo é formado por assessores e blogueiros bolsonaristas que usam as redes sociais para atacar adversários do presidente e espalhar notícias falsas.

No depoimento prestado no último dia 12/11, no inquérito sobre a organização de atos antidemocráticos, Moro afirmou que a ligação de Carlos Bolsonaro com o "gabinete do ódio" é comentada por ministros do Palácio do Planalto e afirmou que esses ministros poderiam dar maiores esclarecimentos à PF.

A acusação da ligação de Carlos com os assessores já havia sido feita pelo ex-ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, em seu livro Um paciente chamado Brasil.
 
*Estagiária sob supervisão do subeditor João Renato Faria


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade