Publicidade

Estado de Minas POLÍTICA

Segundo turno: título virtual não poderá ser baixado no dia da eleição

Cidadãos têm até às 23h59 de sábado (28) para fazer o download do aplicativo e-Título, ofertado pelo TSE


27/11/2020 14:37 - atualizado 27/11/2020 14:52

Aplicativo auxilia eleitores em dia de votação.(foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil)
Aplicativo auxilia eleitores em dia de votação. (foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil)
O aplicativo e-Título, ofertado pela Justiça Eleitoral para dar suporte aos cidadãos nos dias de votação, poderá ser baixado até às 23h59 deste sábado (28/11). No domingo do segundo turno, não será possível fazer o download da ferramenta.

Para utilizar o aplicativo no dia do segundo turno, será preciso preencher os dados requisitados pela plataforma até o sábado. O cadastro só voltará a ficar disponível na segunda-feira.

Para acessar o e-Título, basta informar o número de Cadastro de Pessoa Física (CPF). Na ferramenta, é possível consultar a zona de votação e visualizar documentos como a certidão que atesta o cumprimento das obrigatoriedades eleitorais.

Eleitores que estão com o cadastro biométrico regularizado podem votar portando apenas o e-Título, visto que o aplicativo possui foto dos cidadãos que forneceram impressões digitais ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Caso o eleitor não esteja em seu domicílio de voto no domingo, é possível acessar o app para justificar a ausência.

Cadastros 'em cima da hora' prejudicaram


Segundo o presidente do TSE, ministro Luiz Roberto Barroso, o aplicativo foi baixado mais de 3 milhões de vezes apenas no último dia 14, véspera do primeiro turno. Ele atribuiu as falhas ocorridas ao número de downloads feitos em cima da hora.

“Nos defendemos dizendo que pedimos para as pessoas baixarem o aplicativo com antecedência. Todo mundo baixando no último dia, tem esse problema”, disse.

Mais de um 1,2 milhão de mineiros voltam às urnas


Neste domingo, eleitores de quatro cidades mineiras vão às urnas para o returno dos pleitos municipais. Haverá votação em Contagem (Região Metropolitana), Juiz de Fora (Zona da Mata), Uberaba (Triângulo) e Governador Valadares (Vale do Rio Doce). Juntas, as cidades formam um colégio eleitoral com mais de 1,2 milhão de cidadãos.

Em solo contagense, a disputa é entre Marília Campos (PT) e Felipe Saliba (Democratas). Margarida Salomão (PT) e Wilson Rezato (PSB) se enfrentam em Juiz de Fora, enquanto Elisa Araújo (Solidariedade) e Tony Carlos (PTB) duelam pela Prefeitura de Uberaba.

Na estréia do segundo turno em Valadares, o foco está em antigos aliados. Atual prefeito, André Merlo (PSB) busca a reeleição. Para isso, contudo, terá que derrotar seu vice, Doutor Luciano (PSC). Rompidos, eles encabeçam chapas distintas.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade