Publicidade

Estado de Minas ELEIÇÕES 2020

Erro em registro deixa candidato a vereador 'milionário': 'Não recebi R$ 140 milhões'

Danilo Martins (PP) tenta reeleição em Guaxupé, cidade da Região Sul de Minas Gerais


28/10/2020 11:08 - atualizado 28/10/2020 11:19

Danilo Martins tenta reeleição em Guaxupé, no Sul de Minas(foto: Divulgação/TSE)
Danilo Martins tenta reeleição em Guaxupé, no Sul de Minas (foto: Divulgação/TSE)
Um erro na prestação de contas coloca Danilo Martins (PP), candidato a vereador na cidade mineira de Guaxupé nas eleições municipais deste ano, como o concorrente com a maior arrecadação em todo o Brasil. Ao menos é o que afirmou ele, que é parlamentar do município da Região Sul de Minas Gerais, em contato com o Estado de Minas.

Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Danilo Martins recebeu R$ 140.000.715,66 somente em uma doação, vinda do irmão, Vinícius Martins. O candidato à reeleição deixa claro que se trata de um erro e diz que recebeu R$ 1,4 mil de doação do parente.

“Está errado esse valor, evidentemente. Tem gente me ligando do Brasil todo, de fato chama atenção. Mas não recebi R$ 140 milhões, mas R$ 1,4 mil do meu irmão. Já pedi ao TSE e à contabilidade para corrigirem, mas parece que ainda não alteraram”, contou à reportagem.

Além dessa quantia de R$ 1,4 mil, Danilo recebeu doação de mais R$ 4 mi, sendo R$ 1 mil sendo injetado por ele próprio na campanha. O candidato à reeleição em Guaxupé tem limite de gastos para campanha de R$ 12.307,75 e já gastou R$ 1.467, tudo em material de divulgação.

Danilo Martins, que atualmente também é o segundo suplente do senador Carlos Viana (PSD), concorre com outros 258 candidatos em Guaxupé. A Câmara Municipal tem 13 cadeiras disponíveis. As eleições municipais deste ano acontecem em 15 de novembro.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade