Publicidade

Estado de Minas AUSÊNCIAS

Sem confirmação de Zema, Kalil diz que não vai à reunião de prefeitos da Grande BH

Encontro na Cidade Administrativa nesta quinta tratará do novo Minas Consciente


05/08/2020 20:39 - atualizado 05/08/2020 21:17

Prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil(foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press)
Prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press)


Matéria editada às 21h12, após retorno da assessoria do Governo de Minas

O prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD), anunciou nesta quarta-feira que não comparecerá à reunião com prefeitos da região metropolitana, marcada para a manhã de quinta-feira, na Cidade Administrativa. Isso porque o governador Romeu Zema não teria confirmado presença no encontro.

A assessoria do Governo de Minas informou que a reunião foi solicitada pela Associação dos Municípios da Região Metropolitana de Belo Horizonte (Granbel), que teria pedido apenas as presenças dos secretários estaduais. Segundo o governo, a demanda foi "prontamente atendida" e estarão presentes no encontro os secretários de Governo, Igor Eto, de Saúde, Carlos Eduardo, e com o secretário-adjunto de Desenvolvimento Econômico, Fernando Passalio.

A reunião, marcada para às 9h30, no Palácio Tiradentes, tratará das alterações no plano Minas Consciente, programa do Governo Estadual que estabelece a forma de retomada das atividades econômicas durante a pandemia de COVID-19.

Veja abaixo a íntegra da nota da PBH

Em função da não confirmação, até o início da noite, da presença do governador na reunião com os prefeitos da GRANBEL, convocada pelo próprio governo do Estado, o Prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil, cancelou a sua presença.

A reunião está marcada para esta quinta-feira, 06/08, às 9h30, no Palácio Tiradentes, para divulgação pelo Governo do novo Minas Consciente do Comitê Estadual da COVID-19.

Abaixo, a nota emitida pelo Governo de Minas

A Associação dos Municípios da Região Metropolitana de Belo Horizonte (Granbel) solicitou uma reunião técnica com os secretários de Governo, Igor Eto, de Saúde, Carlos Eduardo, e com o secretário-adjunto de Desenvolvimento Econômico, Fernando Passalio, para tratar sobre o Minas Consciente.

O Estado prontamente atendeu à demanda e agendou um encontro para amanhã. Na oportunidade, serão esclarecidas as dúvidas e recebidas sugestões sobre o programa.

O Governo reitera a abertura ao diálogo e o apoio às prefeituras. O Minas Consciente passou por aprimoramento recente que contou com a participação e sugestões da sociedade mineira, da Associação Mineira de Municípios, do Ministério Público, dentre outros atores. Foram analisadas 630 contribuições, que resultaram em um dos programa mais inovadores e participativos do país.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade