Publicidade

Estado de Minas PROIBIÇÃO TEMPORÁRIA

Assessor de Bolsonaro minimiza restrição à entrada nos Estados Unidos

Filipe Martins comentou no Twitter a decisão de Donald Trump


postado em 24/05/2020 22:15

Assessor especial da Presidência para assuntos internacionais, Filipe Martins minimizou decisão americana(foto: Reprodução)
Assessor especial da Presidência para assuntos internacionais, Filipe Martins minimizou decisão americana (foto: Reprodução)
O assessor especial da Presidência para assuntos internacionais, Filipe Martins, minimizou, neste domingo (24/05), a decisão dos Estados Unidos de proibirem a entrada de estrangeiros que passaram um período de 14 dias no Brasil. A medida foi tomada momentos antes por meio de um decreto do presidente Donald Trump e se deve ao avanço da pandemia do novo coronavírus no Brasil.
 
"Ao proibir temporariamente a entrada de brasileiros nos Estados Unidos, o governo americano está seguindo parâmetros quantitativos previamente estabelecidos que alcançam naturalmente um país tão populoso quanto o nosso. Não há nada específico contra o Brasil. Ignorem a histeria da imprensa", tuitou Felipe Martins. 

Compartilhe no Facebook
*Apenas para assinantes do Estado de Minas

Publicidade