Publicidade

Estado de Minas POLÍTICA

Pelo Twitter, Moro diz ser alvo de notícias falsas nas redes sociais

Ao se manifestar, ex-ministro 'adaptou' lema de Bolsonaro: 'Verdade acima de tudo. Fazer a coisa certa acima de todos'


postado em 26/04/2020 15:47 / atualizado em 26/04/2020 16:28

Moro pediu demissão do governo Bolsonaro na última sexta-feira.(foto: Marcello Casal JrAgência Brasil)
Moro pediu demissão do governo Bolsonaro na última sexta-feira. (foto: Marcello Casal JrAgência Brasil)
O ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, usou o Twitter, neste domingo, para afirmar que tem sido vítima de fake news disseminadas após oficializar a saída do governo federal. Ao pedir demissão, Moro acusou o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) de tentar interferir na atuação da Polícia Federal.



“Tenho visto uma campanha de fake News nas redes sociais e em grupos de WhatsApp para me desqualificar. Não me preocupo; já passei por isso durante e depois da Lava Jato. Verdade acima de tudo. Fazer a coisa certa acima de todos”, escreveu o ex-juiz.

Simpatizantes do governo têm utilizado uma foto do ano passado, que conta, além de Moro, com o presidente da Câmara Federal, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e a ex-líder do governo federal no Parlamento, Joice Hasselman (PSL-SP), para alimentar fake news. As mensagens insinuam que o ex-ministro se aproximou dos deputados recentemente para conspirar contra o chefe do Executivo.

Maia e Bolsonaro têm tido atritos recentes. No último deles, o presidente chegou a classificar como ‘péssima’ a atuação do líder da Câmara Federal no enfrentamento à pandemia do novo coronavírus. Antiga aliada do presidente, Joice disse, na semana passada, que Bolsonaro não respeita a democracia, as instituições e as liberdades. O comentário foi feito após o presidente participar, em Brasília, de uma manifestação que defendia o Ato Institucional 5, mais duro decreto editado durante a ditadura militar.

Neste domingo, a deputada, também pelo Twitter, comentou o post de Moro. “Verdade acima de tudo!!! A máquina de destruir reputações - agora palaciana/miliciana - tem sempre o mesmo modus operandi. Tentam jogar biografias na lama e atingir a família de quem considera desafeto. São covardes. Não conseguirão desta vez”, afirmou.

Carlos Bolsonaro se manifesta

A foto do encontro entre Moro, Joice e Maia foi postada, também, por Carlos Bolsonaro (Republicanos), vereador do Rio de Janeiro e filho do chefe do Executivo. Publicada ao lado de outra imagem, onde o ex-ministro conversa com o deputado federal Aécio Neves (PSDB-MG), o registro tem, ainda, as presenças do ex-presidente Michel Temer (MDB) e de Geraldo Alckmin (PSDB), ex-governador de São Paulo.

“Já que dizem que uma foto diz muito, espero destes acusadores, que valha para todos”, postou Carlos.



Nesse sábado, a Folha de S. Paulo revelou que a Polícia Federal concluiu que Carlos Bolsonaro atua como articulador de um esquema de notícias falsas, direcionado ao Congresso e ao Supremo Tribunal Federal (STF).

Troca de farpas

O ex-juiz tem sido ativo nas redes sociais desde que deixou o governo. Nesse sábado, Moro compartilhou uma campanha feita pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP). "Faça a coisa certa, pelos motivos certos e do jeito certo" foi o lema de campanha de integridade que fizemos logo no início no MJSP", pontuou.

No mesmo dia, Bolsonaro rebateu, fazendo menção aos vazamentos de mensagens trocadas por integrantes da força-tarefa envolvida na Operação Lava Jato: "A Vaza Jato começou em junho de 2019. Foram vazamentos sistemáticos de conversas de Sérgio Moro com membros do MPF. Buscavam anular processos e acabar com a reputação do ex-juiz. Em julho, PT e PDT pediram prisão dele. Em setembro, cobravam o STF. Bolsonaro, no desfile, fez isso", diz a mensagem, que legendava uma foto dele ao lado de Moro.

Moro deixou o governo dizendo que o presidente queria vê-lo "fora do governo". O estopim para a eclosão da crise foi a exoneração de Maurício Valeixo da diretoria-geral da PF.

Com informações da Agência Estado.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade