Publicidade

Estado de Minas POLÍTICA

Lava Jato bloqueia 10% do salário de líder de Bolsonaro no Senado e de três deputados

Além de Fernando Bezerra Coelho, três deputados federais terão parte dos vencimentos retidos pela Justiça


postado em 23/04/2020 23:49 / atualizado em 24/04/2020 00:22

Fernando Bezerra Coelho é líder do governo Bolsonaro no Senado(foto: Agência Brasil)
Fernando Bezerra Coelho é líder do governo Bolsonaro no Senado (foto: Agência Brasil)
O juiz Friedmann Anderson Wendpap, da 1ª Vara Federal Civil de Curitiba, determinou o bloqueio de 10% dos salários de Fernando Bezerra Coelho (MDB), líder do governo Jair Bolsonaro no Senado, e dos deputados federais Luiz Fernando Faria (Progressistas/MG), Arthur Lira (Progressistas/AL) e Eduardo da Fonte (Progressistas/PE).

Eles são alvos de ações de improbidade movidas pela força-tarefa da Operação Lava Jato em razão de supostos esquemas de propinas na Petrobrás. De acordo com o Friedmann Anderson, os vencimentos dos parlamentares servirão de garantia para o cumprimento de penas pecuniárias.

 

O magistrado também interpretou que a retenção de 10% dos vencimentos dos parlamentares não impedem a subsistência deles. Oficios judiciais foram enviados ao Senado Federal e Câmara dos Deputados para garantir o cumprimento da medida. 

Vídeo com Bolsonaro

(foto: Reprodução)
(foto: Reprodução)
Um dos deputados citados na ação gravou um vídeo esta semana com Jair Bolsonaro. Na ocasião, Arthur Lira captou imagens ao lado do presidente, que tenta conquistar partidos políticos do Centrão, incluindo o Progressistas, de Lira, que é uma das principais lideranças do grupo na Câmara. Bolsonaro aparece bastante sorridente no vídeo, atitude esta bastante incomum publicamente nos últimos tempos.

Veja o vídeo:

 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade