Publicidade

Estado de Minas CORONAVÍRUS

'Faltou argumento', comenta prefeito de BH sobre demissão de Mandetta

Alexandre Kalil diz que troca de ministros ocorreu 'no meio da guerra, por questões inexplicáveis'


postado em 20/04/2020 15:54

Alexandre Kalil sobre troca de ministros: 'troca o comandante no meio da guerra'(foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A. Press)
Alexandre Kalil sobre troca de ministros: 'troca o comandante no meio da guerra' (foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A. Press)

O prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD), comentou nesta segunda-feira a troca de comando no Ministério da Saúde. “Troca o comandante ou o general no meio da guerra, principalmente por questões inexplicáveis. Eu acho que faltou argumento”, comentou o chefe do Executivo municipal, sobre a demissão do ex-ministro Luiz Henrique Mandetta.

Kalil disse também que não sabe qual é o impacto da mudança no ministério para o combate ao coronavírus em BH pois ainda não teria ouvido novo ministro, Nelson Teich, falar sobre a pandemia. “Pelo que li, ele é um oncologista respeitadíssimo. Pela linha que ele tem tomado até hoje é exatamente a mesma linha do Luiz Henrique Mandetta”, disse.

O prefeito aproveitou o momento para agradecer o ex-ministro. “Fui prontamente recebido por ele. Foi o único ministro que tive contato pessoal e direto na época pedindo verba para a saúde de BH”, lembrou Kalil.

Jair Bolsonaro demitiu Mandetta na quinta-feira (16) após semanas de desavenças entre o presidente e seu auxiliar em torno da diretriz das políticas públicas de combate à pandemia do novo coronavírus. O novo ministro, Nelson Teich, tomou posse na última sexta-feira (17).


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade