Publicidade

Estado de Minas CORONAVÍRUS

Bolsonaro diz que 'mordeu a isca' de fake news da Ceasa e está 'pagando o preço'

Presidente afirmou que foi ele próprio quem compartilhou vídeo em sua rede social


postado em 02/04/2020 21:31 / atualizado em 02/04/2020 21:38

Bolsonaro afirmou que foi ele próprio quem compartilhou vídeo em sua rede social(foto: Sergio LIMA / AFP)
Bolsonaro afirmou que foi ele próprio quem compartilhou vídeo em sua rede social (foto: Sergio LIMA / AFP)
O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) admitiu que ‘mordeu a isca’ ao compartilhar no Twitter um vídeo com informações falsas sobre o desabastecimento na Central de Abastecimento de Minas Gerais (Ceasa). Bolsonaro se desculpou novamente pelo ocorrido, mas não perdeu a oportunidade de alfinetar a imprensa que, segundo ele, publica ‘notícias erradas’.

“Fui eu quem publiquei. Já me desculpei. Isso acontece. Vocês muitas vezes dão uma notícia errada. Quem tem dignidade e humildade se desculpa, que foi o que aconteceu comigo. A gente toca o barco”, disse o presidente em entrevista à Rádio Jovem Pan, nesta quinta-feira.

“Não perdi a credibilidade, no meu entender, porque agi como um homem deve agir. Eu e mais duas pessoas temos acesso (à minha conta no Twitter). A gente conversa entre si, trocamos informações sobre o que vai ser publicado. Mesmo conversando muito, às vezes a gente comete um equívoco. (...) Lamento porque aquela pessoa fez o vídeo, foi um vídeo sensacionalista. Eu mordi a isca e estou pagando o meu preço aí”, completou.

No vídeo compartilhado - e posteriormente apagado - por Bolsonaro, um homem afirmava que a Ceasa Minas, localizado em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, estava desabastecida em razão da quarentena provocada pela pandemia de coronavírus. Entretanto, a filmagem foi realizada quando a feira já tinha acabado, de um ângulo que não mostrava a movimentação dos trabalhadores. A Polícia Civil de Minas Gerais investiga o caso.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade