Publicidade

Estado de Minas POLÍTICA

Bolsonaro é de novo alvo de panelaços no País durante pronunciamento à Nação


postado em 31/03/2020 23:00

O presidente Jair Bolsonaro foi mais uma vez alvo de manifestações em vários locais do País durante um novo pronunciamento feito em cadeia nacional de rádio e televisão, na noite desta terça-feira, 31, dia do golpe militar de 1964. Relatos apontam que em diversos bairros foi a manifestação mais forte até o momento, desde o primeiro pronunciamento.

Em São Paulo, no centro, moradores da República e da Bela Vista realizaram panelaço contra Bolsonaro. Na Bela Vista, inclusive, o barulho aumentava conforme passava o pronunciamento.

Na zona oeste da capital paulista, na Vila Romana, Perdizes, Alto de Pinheiros, Lapa, Vila Madalena, Pompeia, Butantã e Barra Funda moradores participaram do ato contra o presidente.

Na zona sul da capital, houve protesto no Panamby, com gritos de xingamentos. Na zona norte, houve manifestações ao menos em Santana e Limão.

Na zona sul, moradores da Vila Guarani, Jardim Marajoara, Jardins e Saúde (onde teve até fogos de artifício) se juntaram aos atos promovidos em todas as regiões da cidade. Teve também manifestação na Vila Formosa, zona leste.

No Paraíso, onde fica o Hospital Sancta Maggiore, com elevada quantidade de mortes pela covid-19 por concentrar grande número de idosos internados, também houve uma forte manifestação.

No Grande ABC, manifestantes usaram suas panelas contra o presidente ao menos em São Bernardo do Campo e São Caetano do Sul. No litoral paulista, moradores de Santos e São Vicente também se juntaram aos protestos.

No Rio, moradores do Flamengo também saíram às janelas para protestar durante o pronunciamento de Bolsonaro em cadeia nacional de rádio e TV.

No Nordeste, há relatos de panelaço em Fortaleza, Salvador, Belo Horizonte e Recife.

Em Brasília, há registro de panelaços na Asas Norte e Sul.

Compartilhe no Facebook
*Apenas para assinantes do Estado de Minas

Publicidade