Publicidade

Estado de Minas

Ciro reage a ataques de Eduardo Bolsonaro: ''será necessário que nos matem antes que milícias controlem o Ceará''

Eduardo apagou os tuítes criticando irmãos Cid e Ciro, mas postou um terceiro afirmando que o senador licenciado deveria ser processado por "tentativa de homicídio com dolo eventual"


20/02/2020 08:41 - atualizado 20/02/2020 10:51

Ex-governador Ciro Gomes (E) e o deputado federal Eduardo Bolsonaro(foto: Paulo Filgueiras/EM/D.A Press e GABRIELA BILÓ/ESTADÃO CONTEÚDO )
Ex-governador Ciro Gomes (E) e o deputado federal Eduardo Bolsonaro (foto: Paulo Filgueiras/EM/D.A Press e GABRIELA BILÓ/ESTADÃO CONTEÚDO )

O ex-governador do Ceará Ciro Gomes (PDT), irmão do senador licenciado Cid Gomes (CE/PSDT) - baleado em confronto com a PM de Sobral (CE)-, participou de um bate-boca, nas redes sociais, com o deputado federal Eduardo Bolsonaro  (PSL/SP), filho 03 do presidente Jair Bolsonaro.

Para o deputado deputado Eduardo Bolsonaro, por meio de tuíte,  Cid não  teve "teve um mínimo de inteligência'' ao lidar com os grevistas. A mensagem veio acompanhado do vídeo com o momento em que o senador licenciado é baleado, que acabou sendo apagada do perfil de Eduardo.

Na sequência, no entanto, o deputado voltou a fazer outra postagem.  Dessa vez, baixou o tom da crítica, mas disse que Cid cometeu  uma '' uma atitude insensata''.

Reação de Ciro


Ciro Gomes não titubeou para responder aos comentários do filho do presidente, aproveitando para criticar toda a família Bolsonaro.

“Será necessário que nos matem mesmo antes de permitirmos que milícias controlem o Estado do Ceará como os canalhas de sua família fizeram com o Rio de Janeiro”, escreveu Ciro, que concorreu contra Bolsonaro nas eleições presidenciais de 2018.



''Coroné''


Diante da reação de Ciro,  Eduardo voltou à carga no Twitter: "Nem 4 horas que o irmão foi alvejado após tentar atropelar dezenas de policiais, mulheres e crianças com uma retroescavadeira, e o coroné (sic) já usa o caso pra fazer política. Talvez porque, a essa altura, só assim consegue ter relevância. Patético''

Miliciano


A resposta de Ciro a Eduardo faz referência à  investigação relacionado ao senador Flávio Bolsonaro (sem partido-RJ), irmão mais velho de Eduardo, com o miliciano Adriano Magalhães da Nóbrega, morto há onze dias na Bahia.

Em 2005, Flávio propôs que Nóbrega recebesse a Medalha Tiradentes, mais alta honraria do Legislativo fluminense. À época, o miliciano estava preso por suspeita de homicídio.

Posts apagados


O deputado apagou os dois tuítes com críticas aos irmãos Cid e Ciro, mas postou um terceiro afirmando que o ato do senador licenciado deveria ser classificada,'' no mínimo, como tentativa de homicídio com dolo eventual".




Boletim médico


Cid que, de acordo com  boletim médico do Hospital do Coração, em Sobral,  está "lúcido e respirando sem auxílio de aparelhos", foi baleado, nessa quarta-feira (19), quando tentava furar o bloqueio, com uma retroescavadeira, de policiais militares de Sobral, no Ceará, aquartelados em uma batalhão da corporação.

O senador licenciado teve na manhã desta quinta-feira (20) alta hospitalar da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital do Coração e foi transferido para a enfermaria.

De acordo com boletim médico, Cid Gomes deu entrada naquela unidade hospitalar, "vítima de ferimento por arma de fogo no hemitórax esquerdo" e após o atendimento inicial seu quadro clínico evoluiu sem intercorrências, mantendo-se "hemodinamicamente estável e com padrão respiratório normal, não mais necessitando de cuidados de terapia intensiva".


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade