Publicidade

Estado de Minas

Cassação de Wellington Magalhães: veja como votou cada vereador

Foram seis votações diferentes no plenário da Câmara de BH. Somente em uma o político foi absolvido pelos colegas


postado em 22/11/2019 13:33 / atualizado em 22/11/2019 18:50

(foto: Jair Amaral / EM / D.A. Press)
(foto: Jair Amaral / EM / D.A. Press)


A cassação do vereador Wellington Magalhães (DC) nesta sexta-feira (22) por cinco das seis denúncias feitas contra ele na Câmara Municipal chegou a ter 32 votos favoráveis dos 34 parlamentares que se posicionaram. Desta vez, diferentemente do que ocorreu em agosto do ano passado, somente dois colegas optaram pela abstenção e ninguém foi contra.

Foram seis votações diferentes, por isso os placares variaram de 26 favoráveis a 32 votos pela perda do mandato. Para que a cassação fosse confirmada pelo plenário eram necessários pelo menos 28 votos a favor do relatório da comissão processante em qualquer uma das seis decisões.

Veja como votaram os parlamentares:


Pela cassação:

Arnaldo Godoy (PT)

Bela Gonçalves (PSOL)

Bim da Ambulância (PSDB)

Carlos Henrique (PMN)

Catatau do Povo (PHS)

César Gordin (PHS)

Cida Falabela (PSOL)

Bernardo Ramos (Novo)

Dr Nilton (PROS)

Edmar Branco (Avante)

Eduardo da Ambulância (Pode)

Elvis Côrtes (PHS)

Fernando Luiz (PSB)

Gabriel Azevedo(PHS)

Gilson Reis (PCdoB)

Hélio da Farmácia (PHS)

Henrique Braga (PSDB)

Irlan Melo (PL)

Jorge Santos (Rep)

Juninho Los Hermanos (Avante)

Léo Burguês (PSL)

Maninho Félix (PSD)

Marilda Portela (Rep)

Orlei (Avante)

Pedrão do Depósito (Cidadania)

Pedro Bueno (Pode)

Pedro Patrus (PT)

Professor Juliano Lopes (PTC)

Reinaldo Gomes (MDB)

Ricardo da Farmácia (Avante)

Ronaldo Batista (PMB)

Wesley Autoescola (PRP)


Abstenção

Autair Gomes (PSC)

Flávio dos Santos (Pode)


Não votaram (ausentes)

Álvaro Damião (DEM)

Coronel Piccinini (PSB)

Jair di Gregório (PP)

Preto (Dem)

Ramon Bibiano Casa Apoio (MDB)

Wellington Magalhães compareceu mas não registrou presença e nem votou

Nely Aquino (PRTB) não pode votar por ser presidente da Casa e da sessão

 

 

Contra


Nenhum vereador votou contra a cassação
 


Publicidade