Publicidade

Estado de Minas

Deputado André Janones concorrerá à Prefeitura de Belo Horizonte

Nome será oficializado como pré-candidato em evento do Avante no próximo sábado na capital


postado em 15/10/2019 13:03 / atualizado em 15/10/2019 13:27

(foto: Ricardo Albertini/Câmara dos Deputados)
(foto: Ricardo Albertini/Câmara dos Deputados)

O deputado federal André Janones (Avante) vai disputar a Prefeitura de Belo Horizonte nas próximas eleições. O nome dele será confirmado como pré-candidato no próximo sábado em convenção da legenda na capital.

Janones foi o terceiro deputado mais votado em Minas para o cargo na Câmara nas últimas eleições. Usando a mineiridade, o parlamentar disse, nesta terça-feira, que aceita o projeto do partido e deixa o nome à disposição para concorrer, desde que a disputa seja “para ganhar” e não apenas para dar publicidade ao nome dele ou à legenda.

“A tendência é que meu nome seja oficializado. O que eu prezo muito é a nova política, então eu não vou admitir entrar em uma disputa apenas para dar visibilidade para concorrer em 2022 a algo maior. Se o partido me der a garantia de ter viabilidade e que a gente vai entrar para vencer as eleições eu coloco meu nome à disposição”, afirmou.

Até o momento, já disseram estar na disputa o prefeito Alexandre Kalil (PSD), que declarou que disputará a reeleição, o deputado estadual João Vitor Xavier (Cidadania), a atual secretária-adjunta de estado de Planejamento e Gestão Luísa Barreto (PSDB), além do deputado estadual Mauro Tramonte (PRB). Outros nomes figuram como possibilidades, mas ainda não sinalizaram de forma definitiva, como é o caso do vereador Mateus Simões (Novo), que é ventilado internamente na legenda, além de Bruno Engler (PSL).


Para a disputa, o André Janone afirma que, assim como seu principal concorrente, o prefeito Alexandre Kalil (PSD), - que aparece na frente nas pesquisas de intenção de voto divulgadas recentemente -, vai apostar em autenticidade, porém, vai além.

“Em Belo Horizonte não consigo enxergar tantos avanços que justifique essa popularidade (de Kalil). O que justifica é o excesso de autenticidade, isso ele tem”, afirmou. O futuro pré-candidato ainda apontou que “tem muito respeito” pelo atual prefeito da cidade. Contudo, o parlamentar acredita ser um “projeto alternativo”, para quem também gosta de “gente de verdade”, mas tem críticas à gestão do ex-presidente do Atlético.


Janones está em sua primeira legislatura na Câmara dos Deputados. Desde que assumiu o mandato já protagonizou algumas cenas de embates fortes e por fazer críticas à classe política. Uma deles, por exemplo, lhe rendeu uma representação na Comissão de Ética da Casa.

Nesta quarta-feira (16), o deputado JHC (PSB-AL) apresentará seu parecer preliminar à representação apresentada pelo Solidariedade contra Janones. O partido alega que o parlamentar fez uma transmissão pelo Facebook ofendendo os membros do Parlamento e trazendo “dados inverídicos sobre a atuação do Poder Legislativo”. Quanto a isso, ele alega que “está tranquilo” e que a comissão deve arquivar o caso.


Ainda sobre a disputa pela Prefeitura de Belo Horizonte, André Janones afirmou que entra na disputa de bom agrado, mas, apesar disso, faz algumas exigências ao partido. Entre elas, a de fugir de prática frenquentemente recorrente de agregar a chapa algum nome do que ele chama de “velha política”.

“Eu não vou aceitar na chapa nenhum cacique político, ninguém envolvido em corrupção, por exemplo”. O contrário dessa realidade, segundo ele, será motivo para que a candidatura deixa de existir.

Na quinta-feira, o parlamentar deve se encontrar na capital com o presidente do partido, o também deputado federal Luis Tibé para oficializar o convite, antes da votação do próximo sábado. 

O evento do Avante, será realizado na Câmara Municipal de Belo Horizonte, e vai oficializar a filiação de 43 prefeitos ao partido. 


Publicidade