Publicidade

Estado de Minas POLÍTICA

Guedes sobre falas polêmicas de Bolsonaro: 'se fosse uma técnica seria genial'

Questionamento era sobre se o jeito de Bolsonaro criava uma espécie de cortina de fumaça para que os demais integrantes do governo trabalhassem


postado em 05/09/2019 19:11 / atualizado em 05/09/2019 20:00

(foto: Rovena Rosa/Agência Brasil)
(foto: Rovena Rosa/Agência Brasil)

O ministro da Economia, Paulo Guedes, defendeu nesta quinta-feira, 5, em palestra a empresários do Nordeste, o jeito espontâneo do presidente Jair Bolsonaro. Segundo ele, há políticos com "bons modos" e "péssimos princípios".

O ministro respondia a uma pergunta da plateia. O questionamento era sobre se o jeito de Bolsonaro criava uma espécie de cortina de fumaça para que os demais integrantes do governo trabalhassem.

"Se fosse uma técnica, seria genial", disse Guedes, arrancando risos da plateia.

O ministro em seguida explicou que esse era o jeito do presidente. Para Guedes, o fato de ele ter sido sempre assim e ter conquistado quase 60 milhões de votos na última eleição mostra que os brasileiros "demandavam" esse tipo de autenticidade.


Reforma administrativa


Guedes disse ainda que o governo vai fazer uma reforma administrativa para rever a estrutura de gastos com pessoal. Ele não deu detalhes da proposta da equipe econômica, mas disse que hoje a progressão nas carreiras acaba "muito rápido".

Na palestra, Guedes criticou os altos salários de servidores e citou o gasto com pessoal como um dos que pressionam as despesas discricionárias, que incluem o custeio da administração e os investimentos. "Você tem alto salários, estabilidade. Você vive em Brasília, é outro planeta. É Versalhes", afirmou Guedes, referindo-se ao palácio símbolo da corte francesa.


Publicidade