Publicidade

Estado de Minas

''Olavo de Carvalho é um desocupado esquizofrênico'', diz ministro de Bolsonaro

General Santos Cruz, ministro da Secretaria de Governo, rebateu críticas que recebeu do escritor


postado em 04/05/2019 16:56 / atualizado em 04/05/2019 19:46

O ministro Santos Cruz é general da reserva do Exército Brasileiro e comandou a missão de paz no Haiti(foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agencia Brasil Brasilia )
O ministro Santos Cruz é general da reserva do Exército Brasileiro e comandou a missão de paz no Haiti (foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agencia Brasil Brasilia )

O ministro da Secretaria de Governo, general Carlos Alberto dos Santos Cruz, chamou o escritor Olavo de Carvalho, guru da família Bolsonaro, de “desocupado esquizofrênico”.

A declaração foi em resposta ao tuíte em que Olavo diz que o ministro “fofoca e difama pelas costas”. “Não leio Olavo de Carvalho. Acho ele um desocupado esquizofrênico”, afirmou Santos Cruz ao site Poder360.

Os militares vêm sendo alvo frequente das críticas do escritor, em especial Santos Cruz e o vice-presidente Hamilton Mourão. Na sexta-feira, ele publicou uma série de frases no Twitter disparando contra os militares, chamando-os e mão de obra ociosa” e que não são “santos heróis da pátria que eles mesmos pintam”.

Em abril, Olavo afirmou que Santos Cruz nunca fez nada contra a "hegemonia comunopetista". "Nada. Nada, nunca. Ele ganhou seu emprego por meio de uma luta à qual não deu a menor contribuição. Esse homem não sabe de onde veio nem para onde vai", afirmou.

No início de março, Olavo de Carvalho fez uma publicação pedindo que seus alunos abandonassem o governo e teceu novas críticas aos militares. "O presente governo está repleto de inimigos do presidente e inimigos do povo, e andar em companhia desses pústulas só é bom para quem seja como eles. Não quero ver meus alunos tendo suas vidas destruídas no esforço vão de ajudar militares acovardados cujo maior sonho é 'tucanizar' o governo para agradar à mídia."


Publicidade