Publicidade

Estado de Minas

Zema anuncia mudança para casa alugada com recursos próprios

O governador de Minas é dono de um patrimônio de R$ 69.752.863,96 declarado à Justiça Eleitoral


postado em 11/02/2019 09:15 / atualizado em 11/02/2019 15:08

Governador Romeu Zema(foto: Gil Leonardi/Imprensa MG)
Governador Romeu Zema (foto: Gil Leonardi/Imprensa MG)

Pouco mais de um mês depois de tomar posse, o governador Romeu Zema (Novo) anunciou na noite desse domingo (10) que se mudou para um imóvel próximo à Cidade Administrativa. Segundo ele, a mudança ocorre depois de 13 meses morando em hotéis, fazendo e desfazendo malas. “É uma casa que aluguei e onde vou pagar uma diarista”, disse em vídeo no Facebook. Com isso, Zema disse estar “respeitando o dinheiro que todos nós pagamos como impostos”.



Em nota, o governo de Minas destacou nesta segunda-feira (11) que Zema honrou um compromisso de campanha ao não morar no Palácio das Mangabeiras. "Com a decisão, Romeu Zema promoverá aos cofres públicos uma economia de R$ 155.816 por mês ou R$ 1,86 milhão por ano. O custeio da funcionária da limpeza também será arcado com recursos próprios do governador", registrou.

 

Candidato mais rico que concorreu ao governo de Minas, Zema é dono de centenas de lojas espalhadas pelo estado e declarou um patrimônio de R$ 69.752.863,96. Também chegou a prometer que não receberia o salário de R$ 10,5 mil mas, depois de saber que isso não seria possível, afirmou que vai doar para instituições de caridade.

Em sua rede social, Zema disse ter assumido o compromisso de não morar em palácio “Isso porque o tempo da monarquia ficou no passado e não é justo com quem paga impostos bancar os custos de moradia do seu representante no governo.”

De acordo com o governador, o Palácio das Mangabeiras tinha 32 funcionários à disposição. Zema disse estar cumprindo jornadas de 16 horas e que resolveu morar próximo à Cidade Administrativa para economizar tempo e gasolina. “”Quero compartilhar com vocês que esse é o primeiro final de semana que passo em minha nova casa, paga com meus próprios recursos”, afirmou.

O governador disse ainda que vai “cortar mordomias” e fazer uma gestão diferente. Também afirmou esperar que os próximos governantes sigam seu exemplo.

Governo não informa custo

 

Questionado por diversas vezes pelo Estado de Minas sobre a estrutura governamental necessária para Zema morar fora do Palácio das Mangabeiras, o governo de Minas respondeu que não iria informar sobre o número funcionários deslocados e a logística por questão de segurança.

 

O Palácio Tiradentes disse ainda que "não houve a necessidade de alugar imóveis no entorno" do imóvel alugado por Zema.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade