Publicidade

Estado de Minas

Zema diz em rede social que encontrou o estado no 'buraco'

Governador de Minas usou facebook para divulgar vídeo com medidas adotadas pelo estado para tornar o estado 'eficiente'


postado em 10/02/2019 16:36 / atualizado em 10/02/2019 16:51

(foto: Facebook/Reprodução )
(foto: Facebook/Reprodução )


O governador Romeu Zema (Novo) usou as redes sociais, na tarde deste domingo, para fazer um balanço da sua agenda ao longo da semana, e não perdeu a oportunidade de criticar o antecessor, Fernando Pimentel (PT) – derrotado na disputa pela reeleição ainda no primeiro turno . 

Em texto publicado no Facebook, Zema argumentou que tem trabalhado com a sua equipe “com muita dedicação e esforço” para tirar o estado do “buraco em foi colocado, com as contas no vermelho e sem crédito na praça”. “Estamos trabalhando intensamente, fazendo diferente para melhor os serviços e tornar Minas eficiente”.

 


O orçamento deste ano prevê um déficit de R$ 11,4 bilhões nas contas do estado. Zema ainda herdou uma dívida de R$ 2,1 bilhões referentes ao 13º salário de 2018. 


Entre os compromissos realizados durante a semana e que foram relembrados no vídeo 1 minuto, a locutora lembra o envio à Assembleia Legislativa prevendo a reforma administrativa no estado – que vai reduzir as secretarias de 21 para 12 e promete reduzir os gastos nos próximos quatro anos em R$ 1 bilhão e a reunião com o secretariado pra discutir medidas para Brumadinho, cidade atingida pelo rompimento da barragem Mina Córrego do Feijão, da Vale. 

Nesse sábado, em outro vídeo publicado à noite, o governador anunciou o leilão de 2 mil carros do estado que, segundo ele, estão abandonados.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade