Publicidade

Estado de Minas

Bancada de Zema anuncia apoio na briga pela presidência da ALMG

Partido do governador eleito tem três deputados estaduais. Eles afirmam que não houve participação do futuro chefe do Executivo na decisão


postado em 03/12/2018 14:08 / atualizado em 03/12/2018 20:30

Zema está viajando e, segundo os parlamentares, não participou da decisão(foto: Edesio Ferreira/EM/D.A Press)
Zema está viajando e, segundo os parlamentares, não participou da decisão (foto: Edesio Ferreira/EM/D.A Press)

Os deputados do Novo, partido do governador eleito Romeu Zema, acertaram na manhã desta segunda-feira (2) apoio ao deputado estadual Agostinho Patrus (PV) na eleição para a presidência da Assembleia Legislativa de Minas Gerais. Em nota, os três parlamentares da legenda informaram que a razão da escolha foi o compromisso do parlamentar de “buscar métodos de gestão mais eficientes que reduzam os gastos da ALMG”.

Embora a bancada diga que não houve participação de Zema na decisão, a declaração de apoio é vista nos bastidores como uma sinalização de que o governador eleito vê com simpatia a eleição de Patrus para comandar o Legislativo. O PV, partido de Agostinho Patrus, foi o único que declarou apoio à eleição de Zema no segundo turno das eleições e, desde então, o deputado passou a ter o nome cotado para presidir a Casa em uma eventual vitória do Partido Novo para o governo.

Deputado eleito pelo Novo, Guilherme da Cunha afirmou que o governador eleito não está nem no país para opinar e que a eleição no Legislativo é assunto interno. “Foi uma conversa mais da bancada mesmo. Ele nos impressionou pelo preparo, está muito por dentro dos números da Casa e apontou o que é possível fazer para economizar e ter uma gestão mais eficiente”, disse.

Para a colega da bancada eleita Laura Serrano, Patrus apresentou a melhor proposta. Ela reforçou que não houve nenhuma adesão oficial do governo à candidatura. 
Agostinho Patrus se reuniu com os deputados Bartô, Laura Serrano e Guilherme da Cunha, do Novo(foto: Divulgação)
Agostinho Patrus se reuniu com os deputados Bartô, Laura Serrano e Guilherme da Cunha, do Novo (foto: Divulgação)

Agostinho Patrus afirmou que a eleição para a nova Mesa Diretora será da Assembleia e disse que o governador eleito já anunciou que não vai interferir nas discussões.

“Mas o apoio do Novo é uma bancada importante com três deputados”, disse. Sobre a relação com o próximo governo, o deputado disse que pretende ter uma postura de independência e manutenção das prerrogativas da Assembleia, incluindo a de fiscalizar o Executivo.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade