Publicidade

Estado de Minas

Mares Guia vai apoiar Romeu Zema ao governo de Minas

O candidato derrotado ao Palácio da Liberdade aposta na terceira via nas eleições de 2018. Posição não reflete decisão do partido


postado em 08/10/2018 16:25 / atualizado em 08/10/2018 19:01

João Batista dos Mares Guia viaja ainda nesta semana, mas, antes de partido definir, declara apoio a Zema(foto: Alexandre Guzanshe/EM)
João Batista dos Mares Guia viaja ainda nesta semana, mas, antes de partido definir, declara apoio a Zema (foto: Alexandre Guzanshe/EM)

O candidato derrotado ao governo de Minas João Batista dos Mares Guia (Rede) anuncia apoio à candidatura de Romeu Zema (Novo), que disputa o segundo turno ao governo de Minas com o senador Antonio Anastasia (PSDB).

“A minha posição só pode ser coerente com tudo que disse ao longo da campanha. Nem Pimentel, nem Anastasia. O PT e o PSDB foram coautores em uma sucessão de equívocos nos quais Minas está mergulhado há anos”, afirma. A posição reflete sua opinião pessoal e não o posicionamento da Rede, que ainda definirá como vai seguir no segundo turno.

Mares Guia se apresentou como terceira via nas eleições e terminou a disputa em sexto lugar, com 56.856 (0,59%) votos. “Claramente, os mineiros nos disseram com sabedoria que escolheram uma terceira via que entregaram ao Romeu Zema”, diz.

Zema ainda não foi comunicado oficialmente. Mares Guia elogia o concorrente e disse que teve oportunidade de conversar bastante com o adversário durante os compromissos de campanha. “Zema se mostrou uma pessoa íntegra, ética e confiável. O partido Novo surge com uma coesão e identificamos muitas áreas de convergência”, afirma.

 

No último dia 3, antes do pleito, Mares Guia havia criticado Zema, dizendo que ele tinha sido "desleal" com o Novo, ao fazer referência a Jair Bolsonaro (PSL) como opção de voto à presidência durante debate eleitoral.

 

Embora a Rede seja um partido de centro esquerda e o Novo, liberal, ele disse que a intenção é criar um centro de forças democráticas que combate projetos “de poder pelo poder”. Mares Guia, que é professor e pesquisador na área de sociologia, pretende agora se dedicar à escrita de dois livros. Ele evitou falar sobre a possibilidade de integrar o governo de Zema.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade