Publicidade

Estado de Minas

Campanha de Zema ao 2º turno custou 14 vezes menos que a de Anastasia

O candidato do Partido Novo gastou menos de R$ 1 milhão na primeira etapa do pleito enquanto o tucano acumulou R$ 9,3 milhões em despesas


postado em 08/10/2018 10:46 / atualizado em 14/10/2018 20:47


Surpresa da eleição em Minas, o candidato do Partido Novo Romeu Zema gastou na campanha 10 vezes menos que o governador Fernando Pimentel (PT) para desbancá-lo e chegar ao segundo turno das eleições, que disputará contra o senador Antonio Anastasia (PSDB). Já em relação ao concorrente tucano, o custo dos serviços contratados pelo empresário foi mais de 14 vezes menor.

 

                          Veja aqui o resultado das eleições no primeiro turno

 

Segundo a prestação de contas parcial da campanha, o empresário estreante Romeu Zema contratou despesas de 639,1 mil, das quais já pagou R$ 634 mil. Os principais gastos foram com material impresso (R$292,1 mil), impulsionamento de conteúdo (R$ 170 mil) e adesivos (64,5 mil).
Anastasia gastou 14,6 vezes mais que Romeu Zema no primeiro turno da eleição(foto: Alexandre Guzanshe / Túlio Santos / EM / D.A. Press)
Anastasia gastou 14,6 vezes mais que Romeu Zema no primeiro turno da eleição (foto: Alexandre Guzanshe / Túlio Santos / EM / D.A. Press)

O total de recursos que conseguiu disponibilizar no primeiro turno foi de R$ 886,9 mil. Zema investiu R$ 235 mil do próprio bolso e contou com mais R$ 360 mil do partido. Outros R$ 200 mil vieram de José Salim Mattar Junior, da Localiza, e R$ 35 mil de Rubens Menin Teixeira de Souza, da MRV.

Em segundo lugar pelo resultado de 7 de outubro, o senador Antonio Anastasia foi o candidato ao governo que mais arrecadou até então. Conseguiu R$ 11,2 milhões, dos quais mais da metade vieram do PSDB e do presidenciável derrotado nas urnas Geraldo Alckmin. O candidato tucano também contou com uma doação de R$ 300 mil de Maria Fernanda Nazareth Menin Teixeira de Souza Maia, da MRV. A família do suplente de Anastasia no Senado, Lael Varella (PSD), rachou R$ 1 milhão para a campanha.

O candidato do PSDB declarou ter contratado despesas de R$ 9,3 milhões, dos quais pagou efetivamente R$ 9,1 milhões. O principal gasto, de R$ 5,6 milhões, foi com comunicação e produção de programas de televisão e rádio. Na sequência vieram os serviços gráficos e custos com advogados da campanha.

O governador Fernando Pimentel, que chegou a estar negativo em parciais das contas, declarou até agora ter arrecadado R$ 7 milhões e contratado despesas de R$ 6,6 milhões. Segundo a última parcial do primeiro turno, ele pagou efetivamente R$ 2,6 milhões.

Confira os números de cada um:

 



Antonio Anastasia



Total de Despesas Contratadas R$9.380.406,65

Total de Despesas Pagas R$9.123.400,64

Total de Recursos Recebidos R$11.282.259,24


Fernando Pimentel

Total de Despesas Contratadas R$6.611.158,97

Total de Despesas Pagas R$2.653.778,67

Total de Recursos Recebidos R$7.008.322,58


Romeu Zema

Total de Despesas ContratadasR$639.110,13

Total de Despesas PagasR$634.095,91

Total de Recursos RecebidosR$886.949,29

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade