Publicidade

Estado de Minas

Pensão que hospedou agressor de Bolsonaro se posiciona: 'Não o conhecíamos'

Segundo o estabelecimento, quartos são individuais e não há como saber detalhes sobre a rotina dos moradores


postado em 08/09/2018 09:08 / atualizado em 08/09/2018 11:03

(foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A.Press)
(foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A.Press)
A pensão onde o agressor de Jair Bolsonaro se hospedou antes do atentado ao candidato do PSL se posicionou sobre o período em que Adelio Bispo de Oliveira viveu em Juiz de Fora, na Zona da Mata mineira.

Em mensagem publicada no Twitter de um morador escolhido como porta-voz do estabelecimento, os proprietários informam que a casa tem quartos individuais para aluguel e que não há como saber detalhes sobre a rotina dos moradores. "Não conhecíamos o agressor, não sabíamos de sua rotina diária ou o que fazia", diz o texto.

 Segundo a nota, "por padrão, os donos da casa solicitam a todas as pessoas que desejam morar ou ficar por tempo determinado um atestado de antecedentes criminais". Os proprietários ainda destacaram que repudiam o ódio ou violência e que "todas as medidas específicas serão tomadas". 

A pensão onde Adelio viveu por cerca de duas semanas fica na rua Oswaldo Cruz, no Centro de Juiz de Fora. O Estado de Minas visitou o local na manhã deste sábado. Questionados, os moradores do local se negaram a dar entrevista, mas disseram que não conheciam Adelio. O prédio, aparentemente antigo e de dois andares, se localiza entre imóveis novos, numa região de recente valorização na cidade.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade