Publicidade

Estado de Minas

Cabo Daciolo anuncia jejum de 21 dias por Bolsonaro

Em nota divulgada no Facebook, candidato a presidente pelo Patriota diz que passará o período sem conceder entrevistas ou participar de debates


postado em 07/09/2018 18:01 / atualizado em 07/09/2018 18:16

(foto: Facebook/Reprodução)
(foto: Facebook/Reprodução)

O candidato a presidente da República pelo Patriota, deputado federal Cabo Daciolo, passará os próximos 21 dias em oração e jejum pelo adversário Jair Bolsonaro (PSL) – internado em São Paulo, após ser esfaqueado durante campanha em Juiz de Fora, na Zona da Mata mineira – e pela “vitória” do país.

O anúncio foi feito em sua conta no Facebook, onde ele disse que não vai conceder entrevistas ou participar de debates entre os presidenciáveis no mesmo período.

“Creio com toda a segurança que nossa batalha se trava no mundo espiritual e exige de nós postura aguerrida contra todos os dardos inflamados do inimigo. Nesse período estarei nos montes, em razão da natureza singular da causa”, escreveu Daciolo, completando que sua luta não é contra pessoas, mas contra “potestades” (segundo a Bíblia, são anjos e demônios).

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade