Publicidade

Estado de Minas POLÍTICA

Segundo suspeito é preso e grupo ataca apoiadores de Bolsonaro, diz PM

Em entrevista, sargento afirma que jovens estavam agredindo ''qualquer pessoa com camisa do candidato''


postado em 06/09/2018 20:29 / atualizado em 06/09/2018 23:25

(foto: TV Alterosa/Reprodução)
(foto: TV Alterosa/Reprodução)
De acordo com sargento Mello, da PM de Juiz de Fora, um grupo de jovens estaria atacando “qualquer pessoa com a camisa do candidato Bolsonaro”, durante a tarde desta quinta-feira (6), antes de Jair Bolsonaro (PSL) ter sido esfaqueado. 

 

O policial informa, também, que um outro homem provocou apoiadores do deputado durante o evento da campanha.

 

Apesar disso, o sargento diz que “não achamos vítimas (do grupo) ainda”, mas que eles estariam envolvidos no atentado. As informações são da TV Alterosa. (Com Estadão conteúdo)

 
Segundo suspeito 

 

Um segundo homem, suspeito de participação no atentado contra o candidato do PSL à Presidência da República nas eleições 2018, Jair Bolsonaro, foi detido pelas forças policiais na cidade de Juiz de Fora (Minas Gerais). As informações são do Superintendente da Polícia Judiciária, Carlos Capistrano.

O suspeito, que não teve a identidade revelada, estaria neste momento sendo ouvido na Polícia Federal em Juiz de Fora. "Há informação de um segundo suspeito no caso. As investigações estão em andamento mas já temos a identificação de um provável segundo suspeito na cena do crime", disse o superintendente.

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade