Publicidade

Estado de Minas

PSB nacional volta a discutir nome de Lacerda para o Senado

Com a anulação da convenção realizada em BH no sábado, direção do PSB propos a Lacerda, neste domingo, aliança com o DEM ou PT. Decisão será tomada nesta segunda-feira


postado em 05/08/2018 19:13 / atualizado em 05/08/2018 19:22

Em uma tumultuada convenção, Lacerda teve o nome aprovado para o governo de Minas, mas encontro foi anulado durante congresso nacional do partido(foto: Alexandre Guzanche/EM/D.A Press)
Em uma tumultuada convenção, Lacerda teve o nome aprovado para o governo de Minas, mas encontro foi anulado durante congresso nacional do partido (foto: Alexandre Guzanche/EM/D.A Press)

Com a aprovação durante o congresso nacional do PSB da anulação da convenção realizada nesse sábado em Belo Horizonte – quando a candidatura de Marcio Lacerda a governador foi referendada –, o PSB nacional agora tenta emplacar o nome de Lacerda para o Senado tendo duas opções de aliança: Rodrigo Pacheco (DEM) ou Fernando Pimentel (PT). O imbróglio passa pela chapa proporcional, especialmente de deputados federais.

A preferência da legenda seria disputar as eleições com o DEM, mas o grupo analisa que seria inviável para o partido a corrida pela Câmara dos Deputados, já que os democratas já estão fechados com o PP e o Avante. Outra opção seria o PT de Fernando Pimentel, visto como a hipótese mais favorável para garantir cadeiras na Câmara. No entanto, a discussão esbarra na possibilidade de o MDB fechar aliança com o PT – os emedebistas ainda estão reunidos na noite deste domingo para decidir o que farão nestas eleições.

As costuras políticas foram feitas a portas fechadas ao longo do dia em Brasília, em reuniões entre o presidente nacional do partido, Carlos Siqueira, o então presidente da comissão provisória em Minas, João Marcos Lobo, o atual presidente da comissão provisória, René Vilela, o deputado federal Julio Delgado e o próprio Lacerda.

O ex-prefeito Marcio Lacerda ainda não se manifestou sobre o assunto. Na semana passada, ele havia descartado a hipótese de disputar o Senado. 

De acordo com René Vilela, com a aprovação por unanimidade no congresso nacional do PSB que a decisão será tomada pela executiva nacional, a candidatura de Lacerda está totalmente descartada. “Amanhã é o prazo limite para o registro da ata da reunião de hoje. Vamos passar a madrugada reunidos para chegar a um acordo”, afirmou Vilela. Segundo ele, qualquer decisão será anunciada apenas nesta segunda-feira. 

Uma convenção com o grupo ligado à nacional estava prevista para a noite deste domingo em Contagem, na Região Metropolitana, mas foi cancelada, na expectativa de que seja construído um acordo.

"A convenção estadual do PSB, marcada para a noite desse domingo, em Contagem, acaba de ser cancelada pelo presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira. O cancelamento faz parte dos entendimentos mediados por Siqueira, numa comissão composta por integrantes dos dois grupos divergentes do PSB em Minas", afirma nota da comissão do PSB de Minas nomeada na última semana pelo diretório nacional da legenda.

Durante o congresso nacional, realizado neste domingo, o próprio ex-prefeito de BH votou favoravelmente a anulação da convenção de sábado, como parte do acordo para que a situação pudesse ser reavaliada pelos dois grupos. Apenas a lista de deputados federais aprovadas foi mantida.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade