Publicidade

Estado de Minas

Paulo Teixeira: País assistiu ontem à partidarização da Justiça

Domingo foi marcado por imbróglio jurídico envolvendo a soltura do ex-presidente Lula


postado em 09/07/2018 15:12 / atualizado em 09/07/2018 16:44

O deputado federal Paulo Teixeira (PT-SP), um dos parlamentares que protocolaram o pedido de habeas corpus para libertar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, afirmou nesta segunda-feira, que o País assistiu no domingo "à partidarização da Justiça".

O pedido de Teixeira, feito com Wadih Damous e Paulo Pimenta, foi analisado no fim de semana pelo desembargador plantonista do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, Rogerio Favreto, que decidiu pela soltura de Lula.

Após um embate jurídico que envolveu o juiz Sérgio Moro e o desembargador João Pedro Gebran Neto, a prisão de Lula foi mantida depois de intervenção do presidente do tribunal, Thompson Flores.

Para Paulo Teixeira, as decisões de ontem mostraram que o Brasil vive uma bagunça institucional. "O Supremo Tribunal Federal tem de colocar ordem na casa", afirmou, depois de participar de reunião do conselho político do partido.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade