Publicidade

Estado de Minas

Lideranças políticas e famosos repercutem decisão sobre Lula nas redes sociais

Enquanto figuras que apoiam o ex-presidente celebram a notícia, opositores e críticos do PT questionam a decisão e exaltam Sérgio Moro


postado em 08/07/2018 14:06 / atualizado em 08/07/2018 15:37

A decisão do desembargador Rogério Favreto, do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, que condeceu habeas corpus em favor de Lula , repercutiu entre políticos apoiadores e contrários ao ex-presidente e também entre personalidades conhecidas por seus posicionamentos políticos em suas redes sociais.
 
A candidata Marina Silva (Rede) criticou a atitude tomada pelo desembargador. Segundo ela, "A atuação excepcional de magistrado, durante um plantão judicial de fim de semana, não sendo o juiz natural da causa, não deveria provocar turbulências políticas que coloquem em dúvida a própria autoridade das decisões judiciais colegiadas, em especial a do STF", escreveu em sua conta oficial no Twitter. 
 
A senadora Ana Amélia Lemos (PP/RS), também se mostrou contrária ao habeas corpus. "Que justiça é essa? O desembargador Rogério Favreto, que foi filiado ao PT, monocraticamente, mandou soltar Lula, contrariando o STF, que antes negou habeas corpus. Menos mal que o juiz Sérgio Moro colocou os pingos nos is, exigindo respeito à lei!", escreveu. 
 
Nomes conhecidos por serem contrários ao PT também se pronunciaram. Foi o caso do cantor Roger Moreira, do Ultraje a Rigor. Primeiro ele mostrou sua insatisfação, dizendo: "País que não tem vergonha na cara" e "Assumam logo a ditadura, dá logo a presidência pra esse filha da puta transformar a gente na Venezuela". Em seguida ele comemorou a notícia de que Sérgio Moro não iria cumprir a ordem: "Tudo como dantes no quartel de Abrantes. Chupem, comunas e cúmplices de bandido". 
 
O pastor Silas Malafaia foi outro a se indignar com a decisão da justiça. "VERGONHA! VERGONHA! ABSURDO! Desembargador plantonista da 4ª região, que já foi membro do PT por 20 anos, manda soltar Lula. SE ISSO SE MANTER É A DESMORALIZAÇÃO TOTAL DA JUSTIÇA E PRINCIPALMENTE DO STF.Que país é esse! PARABÉNS JUIZ MORO PELA SUA DECISÃO". 
 
 
 
Porém, o fato foi celebrado por Guilherme Boulos, pré-candidato à presidência pelo Psol. "Desembargador do TRF 4 manda soltar Lula! Justiça sendo restabelecida. #LulaLivre", postou. Em seguida, disse: "Não há porque haver mais demora. A ordem é pela libertação imediata de Lula. Cobramos o cumprimento imediato do alvará de soltura! #LulaLivre". Quando foi noticiado que Sérgio Moro não obedeceria à decisão, ele protestou, veja:
 
 
Manuela d'Ávila, também pré-candidata, mas pelo PCdoB, também comemorou o habeas corpus e questinou a postura de Moro:
 
A senadora petista Gleisi Hoffmann publicou um vídeo no Twitter, falando sobre a decisão:
 
A atriz, cantora e humorista Clarice Falcão, conhecida por apoiar o ex-presidente, compartilhou não só sua alegria com a decisão, mas também ironizou as ofensas que recebeu como resposta.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade