Publicidade

Estado de Minas

Pimentel indica Durval Ângelo para conselheiro no Tribunal de Contas do Estado

Vaga no TCE parte de indicação pessoal do governador no lugar da vaga da conselheira Adriene Andrade, que morreu em abril


postado em 28/06/2018 19:36

(foto: Daniel Protzner/ALMG )
(foto: Daniel Protzner/ALMG )

O governador Fernando Pimentel (PT) indicou nesta quinta-feira o deputado Durval Ângelo (PT), que atua como líder do Executivo na Assembleia Legislativa de Minas Gerais, para a vaga de conselheiro no Tribunal de Contas do Estado (TCE).

Durval disse que o nome dele parte de uma escolha pessoal de Pimentel, fruto da longa convivência de ambos e que também vem da dedicação dele em trabalhar pela governabilidade. O petista deve ocupar a vaga deixada pela conselheira Adriene Andrade, que morreu em abril.

Ainda de acordo com o Durval, inicialmente, ele pensava que disputaria uma das quatro vagas de indicação da Assembleia, não a que é de livre indicação do Executivo. “O governador entendeu que na conjuntura atual, até em função do notório saber jurídico, público e administrativo, que é exigido pela vaga, com pelo menos 10 anos de exercício em uma dessas áreas. Então eu preenchi os requisitos”, afirmou.

Ainda de acordo com ele, o desfalque na Assembleia foi debatido antes de a posição ser tomada, mas, a conclusão dele é de que seria importante aceitar a indicação. Contudo, ele afirmou que a situação ainda não está definida, já que depende de ser aprovado em sabatina.

Sobre possível embate com o presidente da Assembleia, deputado Adalclever Lopes (MDB), que também havia manifestado interesse pela vaga, Durval disse que não há desentendimento. “Ele tem uma disputa de concepção, pois pretende ser candidato a governador. Mas em todo momento ele disse que a vaga era do governador e quem e ele indicar vai tramitar aqui na Assembleia e vai ser aprovado”, disse.

O deputado deve permanecer na assembleia até julho ou agosto. Segundo ele, o prazo para assumir a cadeira no TCE após a sabatina é de 30 dias.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade