Publicidade

Estado de Minas

Dinis Pinheiro desiste de candidatura ao governo de Minas

Em carta divulgada "ao povo mineiro", ex-deputado diz que vai disputar uma vaga no Senado para ajudar a devolver a autonomia de estados e municípios


postado em 07/06/2018 15:48 / atualizado em 07/06/2018 16:00

Dinis Dinheiro disse que resolveu disputar o Senado depois de conversar com prefeitos, vereadores e eleitores (foto: Alexandre Guzanche/EM/D.A Press)
Dinis Dinheiro disse que resolveu disputar o Senado depois de conversar com prefeitos, vereadores e eleitores (foto: Alexandre Guzanche/EM/D.A Press)

O ex-deputado Dinis Pinheiro (Solidariedade) retirou nesta quinta-feira a pré-candidatura a governador de Minas Gerais nas eleições de outubro. Em carta endereçada ao “povo mineiro”, ele afirmou que vai concorrer a uma das cadeiras de Minas no Senado.


“É no Congresso Nacional que teremos condições efetivas de trabalhar por esta pauta, tão importante e essencial para o equilíbrio fiscal, desenvolvimento econômico, social e humano de Minas Gerais”, afirmou Dinis no documento de suas páginas.

De acordo com o político, a decisão foi tomada após conversas com prefeitos, vereadores e eleitores, e diante da pauta de reivindicações da sociedade aos agentes públicos, que inclui, entre outros pontos, a revisão do pacto federativo, revisão da PEC dos Gastos, acerto de contas da Lei Kandir, expansão do refino do petróleo em Minas, investimentos em mobilidade urbana e renegociação da dívida dos estados com a União.

Se eleito, ele garante que vai “lutar energicamente” pela reforma política de base que devolva a autonomia aos estados e municípios.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade