Publicidade

Estado de Minas NO DOMINGO

Com Lula preso, PT leva bloco de carnaval ao centro de BH para lançar candidatura

Lançamento do petista para o Palácio do Planalto ocorre pela segunda vez. Em fevereiro, o ex-presidente esteve na capital mineira para este fim


postado em 23/05/2018 10:09 / atualizado em 23/05/2018 10:25

O bloco Ai que saudade do meu ex vai animar o ato na Praça Afonso Arinos(foto: Ricardo Stuckert )
O bloco Ai que saudade do meu ex vai animar o ato na Praça Afonso Arinos (foto: Ricardo Stuckert )

O PT de Minas Gerais fará uma batucada nos arredores da Feira de Artesanato da Avenida Afonso Pena neste domingo (27) para promover mais um lançamento da candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em Belo Horizonte. Desta vez sem a presença do pré-candidato, que está preso em Curitiba, o evento vai reunir a militância de esquerda terá um bloco de carnaval.

O ato em tom festivo faz parte de um movimento nacional, que ocorrerá em todos os estados, de acordo com o partido.

Quando ainda não havia sido preso pela Operação Lava-Jato, Lula esteve em Belo Horizonte no dia 21 de fevereiro. Na ocasião, o PT fez o primeiro ato de lançamento de sua pré-candidatura ao Palácio do Planalto e Lula repetiu o discurso que vem fazendo, de que a Justiça atuou para tirá-lo da disputa presidencial com o processo da Lava-Jato.

Sem plano B


“O evento faz parte de uma programação do PT nacional. A ideia é dizer que não tem plano B, o Lula é o nosso candidato”, afirmou a presidente do PT mineiro, Cida de Jesus.

Segundo a dirigente, a reafirmação do nome de Lula como pré-candidato do partido ocorre por causa dos “boatos” de que o partido poderia lançar outro nome ou se aliar a alguém da esquerda.

Nos bastidores, o presidenciável Ciro Gomes (PDT) vem sendo apontado como um possível nome capaz de levar o apoio do PT. Questionada sobre isso, Cida de Jesus não descartou, mas disse que tal articulação só ocorreria em um segundo turno. “No segundo turno é óbvio que as esquerdas vão sentar e discutir, mas agora não tem outra opção”.

A dirigente do PT disse acreditar na confirmação da candidatura de Lula, mesmo ele tendo uma condenação em segunda instância, o que lhe tornaria impedido de concorrer pela Lei da Ficha Limpa. “Acreditamos que o TSE vai compreender que o Lula é um preso político. Foi uma prisão injusta e não tem provas até agora, está preso por um triplex que não está no nome dele”, afirmou.

Até o momento, a estratégia do partido é registrar a candidatura e entrar com sucessivos recursos durante a campanha.

Ai que saudade do meu ex


Enquanto isso, os petistas estão convidando a militância para a batucada “eu sou Lula”, que se concentrará a partir das 9h deste domingo na Praça Afonso Arinos, no Centro de BH. “E vai ser ao ritmo de batuque, com a presença do Bloco “Ai, que saudade do meu ex!”: a Batucada “Eu sou Lula” vai dar um colorido diferente à Feira de Artesanato da Afonso Pena”, convida a legenda.

Questionada sobre como o ato seria recebido, Cida de Jesu disse acreditar que a maioria das pessoas “que acredita que a democracia está em risco e teme pelos direitos retirados” vá participar com alegria.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade