Publicidade

Estado de Minas

Governo convoca 'youtuber' para entrevistar Temer e Twitter não perdoa

Os comentários na rede social criticaram conteúdo e estratégia do Planalto


postado em 15/05/2018 20:17 / atualizado em 15/05/2018 20:43


No dia em que comemorou dois anos à frente do Palácio do Planalto, uma das contas oficiais do governo no Twitter divulgou vídeos com o presidente Michel Temer (MDB), comandados por uma entrevistadora que se denominou Nina França.

Temer e Nina: papo ameno(foto: Reprodução/ Youtube)
Temer e Nina: papo ameno (foto: Reprodução/ Youtube)


Com uma câmera em selfie, ela conversa com o presidente, em referência ao formato e linguagem despojados dos youtubers. A reação nos comentários do Twitter, contudo, foi bastante crítica.

"Posta no Youtube porque aqui não tem como dar dislike", disse um jovem. "O governo conseguiu forjar uma youtuber", criticou outro. "Certeza que essa agência de publicidade trabalha para o PT", ironizou uma terceira jovem.

No primeiro “Drops do Planalto”, durante a conversa descontraída, Nina perguntou ao presidente o que ele gosta de fazer nas horas livres. Prontamente, Temer respondeu que lê bastante e gosta de séries.

Entre as que assistiu recentemente, citou uma sobre a vida do presidente norte-americano Donald Trump e A Casa de Papel – série espanhola que retrata um assalto ao Banco Central daquele país.

Temer aproveitou para destacar a importância do otimismo da juventude. “Quando era jovem, acreditava muito no Brasil. O Brasil depende de vocês”, afirmou.

Em outro vídeo, também conduzido por Nina, Temer anunciou que gastaria entre 40 e 50 minutos para relembrar todas as realizações de seu governo. Veja algumas reações à publicação:




Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade