Publicidade

Estado de Minas

PT de BH não apoiará nem Kalil nem João Leite no segundo turno da capital

O secretário Miguel Corrêa também deixou o comando da executiva municipal do partido


postado em 11/10/2016 17:14 / atualizado em 11/10/2016 17:22

A executiva municipal do PT decidiu que não apoiará nem Alexandre Kalil (PHS) e nem João Leite (PSDB) no segundo turno da disputa pela Prefeitura de Belo Horizonte (PBH). O entendimento do PT da capital é que “nenhum dos projetos nos representa”.

O candidato do PT à PBH, deputado federal Reginaldo Lopes, terminou a disputa na quarta posição. Ele teve 86.234 votos, correspondentes a 7,27% dos válidos.

A decisão do diretório de BH segue na mesma direção da executiva estadual que no início da semana se posicionou da mesma forma.

Renúncia à presidência


Na mesma reunião dessa segunda-feira, o presidente da executiva municipal, deputado Miguel Corrêa, renunciou ao cargo. Ele segue como integrante do partido na capital, mas não na presidência. Como justificativa para a saída do cargo, Migue usou o intenso trabalho. “Estou com muita tarefa com a fusão da secretaria”, afirmou

Miguel Corrêa é o responsável pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Ensino Superior do governo de Fernando Pimentel (PT).

A executiva ainda não escolheu novo nome para o cargo. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade