Publicidade

Estado de Minas

Pimentel se queixa dos ataques de Pimenta

"Ele está com um comportamento lamentável. Ele se esqueceu totalmente como é feita a política em Minas Gerais e está destoando completamente da nossa história, das nossas tradições", disse o petista


postado em 26/09/2014 00:12 / atualizado em 26/09/2014 07:30

Recuperado da faringite, Fernando Pimentel se reuniu com lojistas e disse que campanha tucana passa dos limites(foto: Edésio Ferreira/EM/D.A Press)
Recuperado da faringite, Fernando Pimentel se reuniu com lojistas e disse que campanha tucana passa dos limites (foto: Edésio Ferreira/EM/D.A Press)

Depois de cinco dias sem falar em público, o candidato ao governo de Minas Gerais, Fernando Pimentel (PT), voltou a falar – com a voz aparentemente recuperada de uma faringite – e se queixou dos ataques de seu adversário, Pimenta da Veiga (PSDB), que fez pesadas críticas ao petista nos dois debates que Pimentel faltou. “Ele está com um comportamento lamentável. Ele se esqueceu totalmente como é feita a política em Minas Gerais e está destoando completamente da nossa história, das nossas tradições”, reclamou o petista, ontem, durante encontro com empresários no Sindicato do Comércio Lojista de Belo Horizonte (Sindilojas-BH).

Clique aqui e confira o Game das Eleições

Pimentel disse que quando a campanha dos tucanos “passa do limite” sua equipe reage judicialmente. “Fazemos uma campanha de proposta e de debates para levar o eleitor a escolher”, afirmou. “Vamos manter o nível e não rebaixar nossa campanha”, completou o candidato do PT. Depois de faltar aos dois últimos debates, no último domingo, na Rede TV e na terça-feira, na TV Alterosa, Pimentel disse que irá aos próximos. “Teve dois debates seguidos, que eu não fui por motivo médico real, estava como uma faringite forte e estou me recuperando ainda. Agora, aos próximos irei”, afirmou. Para o petista, os ataques que sofreu nos debates não afetaram sua campanha. “As críticas são motivadas pela ausência total de propostas para o estado da campanha adversária”, minimizou Pimentel.

IMPOSTOS Pimentel acenou com uma redução do ICMS para auxiliar o setor varejista, caso seja eleito. “Temos o ICMS mais alto do país para a maioria dos produtos. Isso prejudica o comércio varejista. Além de ser alto, tem uma legislação arcaica, obsoleta e que prejudica o trabalho dos empresários, com muitas obrigações acessórias”, afirmou o petista. A proposta de Pimentel é criar uma comissão de simplificação e modernização da legislação tributária.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade