Publicidade

Estado de Minas

Lacerda comemora PSD na coligação e diz que intervenção foi "intempestiva e ilegal"

Durante visita a obras de construção de uma Umei na tarde desta terça-feira, o socialista comentou o assunto e disse que as decisões da Justiça devem ser respeitadas


postado em 17/07/2012 18:45 / atualizado em 17/07/2012 21:43

O prefeito Marcio Lacerda e candidato à reeleição pela coligação “BH em Frente” comentou nesta terça-feira a decisão da Justiça Eleitoral que manteve o PSD na chapa do socialista. Lacerda classificou o episódio de intervenção da executiva estadual do PSD, a mando do presidente nacional do PSD e prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, no diretório municipal, como “intempestiva e ilegal”. “O ato jurídico de registro da coligação foi um ato perfeito, acabado. A intervenção da direção nacional foi intempestiva, e ilegal, portanto a justiça está funcionando”, disse.

Questionado pela imprensa, o prefeito, que foi ao Bairro Jardim Felicidade, na Região Norte da capital, visitar as obras de construção de uma Unidade Municipal de Educação Infantil (Umei), foi cauteloso e afirmou que as decisões da Justiça devem ser acatadas e respeitadas. “Sempre disse que devemos acatar e respeitar as decisões da justiça. E eu entendo que foi uma decisão justa, embora preliminar”, avaliou.

Nessa Segunda-feira, a Justiça Eleitoral deferiu a liminar com o pedido feito pelo secretário de Estado de Gestão Metropolitana, Alexandre Silveira (PSD), que também é secretário-geral da legenda em Belo Horizonte e em Minas de sair da chapa que apoia o ex-ministro do Desenvolvimento e Combate à Fome, Patrus Ananias. Na última sexta-feira, ele entrou com pedido de impugnação da presença do partido na coligação “Frente BH Popular”. Na decisão, o juiz do foro eleitoral de Belo Horizonte, Rogério Alves Coutinho, argumentou que “não há notícia no ato de intervenção de qualquer falha, na Convenção Municipal realizada em Belo Horizonte, que pudesse justificar a atitude tomada pelo presidente do partido”.

PSB otimista

Na tarde desta terça-feira, a direção estadual do PSB se reuniu para avaliar o quadro eleitoral no estado. De acordo com levantamento, os socialistas terão 111 candidatos a prefeito em Minas, incluindo a capital, onde o prefeito Marcio Lacerda tenta a reeleição. O presidente estadual do PSB, Walfrido Mares Guia, manifestou otimismo com o crescimento no interior mineiro. “Temos condições reais de eleger pelo menos 50 prefeitos, fortalecendo o PSB em Minas”, afirmou.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade