Publicidade

Estado de Minas

Candidato a prefeitura de Contagem é multado pela segunda vez pelo TRE

De acordo com o Tribunal, Durval Ângelo (PT) teria publicado um vídeo onde pede votos antes do período liberado para propaganda


postado em 11/07/2012 20:37 / atualizado em 12/07/2012 18:40

O deputado estadual e candidato a prefeito em Contagem, Durval Ângelo (PT), foi multado em R$10 mil propaganda antecipada nesta quarta-feira. De acordo com o Tribunal Regional Eleitoral (TRE), o candidato veiculou peça em um site de vídeos e na página particular antes do período liberado para propaganda. Conforme o relator do processo, Juiz Maurício Soares, houve tentativa de angariar antecipadamente votos. A decisão recebeu a maioria dos votos. A representação contra o candidato foi feita pelo Ministério Público Eleitoral. O município fica na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

Ainda de acordo com o relator, a atitude do deputado causou a quebra da igualdade entre os que concorrem no pleito. “Quando um determinado candidato sai na frente e realiza uma propaganda eleitoral, antes do período permitido, ele já está quebrando a igualdade, uma vez que começou a praticar atos de campanhas antes dos demais, ou seja, ele já saiu na frente”, argumentou.

O petista já havia sido multado em R$ 5 mil na semana passada por propaganda extemporânea. Conforme o TRE, o candidato espalhou outdoors pela cidade antes do prazo autorizado pela Justiça Eleitoral.

No interior

Ainda na sessão desta terça-feira, o TRE multou o prefeito de Arceburgo, Antônio Roberto da Costa (PSDB), por ter anunciado em um jornal no final do ano passado que seria candidato a vereador. O líder do Executivo do município, que está localizado no Sul de Minas, foi penalizado com o pagamento de R$ 5 mil. A representação também foi proposta pelo Ministério Público Eleitoral.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade