Publicidade

Estado de Minas

Vereadores de Montes Claros seguem exemplo de BH e reajustam salário em 46%

Com a aprovação do projeto, os vereadores de Montes Claros vão receber R$ 14 mil a partir de 2013


postado em 23/12/2011 07:30 / atualizado em 23/12/2011 07:30

Os vereadores de Belo Horizonte, que aprovaram o reajuste dos próprios salários em 61,8%, estão fazendo escola. A Câmara de Montes Claros, no Norte de Minas, aprovou ontem o reajuste de 46% para os 23 vereadores que assumirão mandato em janeiro de 2013. Os vencimentos deles vão passar dos atuais R$ 9.608,55 para R$ 14.029,65. Para evitar qualquer desgaste e protesto da população, os vereadores usaram a estratégia de apresentar e votar o projeto em plenário a toque de caixa, em regime de urgência. Também foram reajustados os salários do prefeito, do vice e dos secretários municipais para o próximo mandato. “Não aconteceu nenhuma discussão do índice de reajuste, pois não houve tempo para isso”, afirmou o vereador oposicionista Cláudio Rodrigues (PPS), que foi um dos dois entre os 15 vereadores que votaram contra o projeto. O outro voto contrário foi do vereador Altemar Freitas (PSDB), também da oposição.

Em outubro, os vereadores de Montes Claros enfrentaram desgaste perante a opinião pública por terem aprovado projeto para o aumento das atuais 15 cadeiras do Legislativo municipal para 23 cadeiras na próxima legislatura. Isso, mesmo depois de pesquisa encomendada pela própria Câmara mostrando que 90% da população era contra o aumento.

Pela Lei Orgânica do Município, os vereadores teriam até setembro de 2012 para fixar os vencimentos da próxima legislatura. Os vereadores – todos pré-candidatos a permanecerem na Casa – anteciparam a aprovação do aumento para evitar polêmica e desgaste em pleno ano eleitoral.

O presidente da Câmara Municipal de Montes Claros, Valcir Soares da Silva (PTB), o Valcir da Ademoc, alegou que o projeto foi votado agora porque os vereadores “já vinham discutindo o assunto e contavam com parecer favorável da Comissão de Constituição e Justiça”. No entanto, acabou deixando escapar: O ano que vem será um ano político e seria complicado votar isso”, afirmou Valcir. Ele negou que os vereadores de Montes Claros estivessem copiando a Câmara Municipal de Belo Horizonte, que optou por reajuste de 61,8%, mesmo diante dos protestos da população.

Conforme o projeto aprovado pelos vereadores, o salário do prefeito de Montes Claros, que atualmente é de R$ 19,5 mil, passará para R$ 24.723,13 em 1º de janeiro de 2013, um reajuste de 27,06%. O futuro vice-prefeito terá aumento no mesmo percentual, recebendo R$ 16.482,08, sendo que atualmente, o vencimento é de R$ 12.970,23. Os salários dos secretários municipais foram fixados em R$ 10.309,92.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade