UAI
Publicidade

Estado de Minas FORTALEZA

Dois policiais rodoviários federais são mortos a tiros na BR-116, no Ceará

Dois policiais rodoviários federais foram assassinados na manhã desta quarta (18), na BR-116, em Fortaleza (CE), por um homem que também morreu no conflito


18/05/2022 14:09 - atualizado 18/05/2022 14:43

Viatura da Polícia Rodoviária Federal próxima a local onde policiais foram baleados
Agentes foram mortos a tiros na BR-116 na capital cearense (foto: PRF/Divulgação)
Dois policiais rodoviários federais foram mortos a tiros no km 6 da BR-116, em Fortaleza (CE), por um homem também morto durante o confronto, na manhã desta quarta-feira (18/5). A identidade do homem que teria atacado os policiais ainda não foi divulgada. 

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), os agentes mortos foram identificados como Márcio Hélio Almeida de Sousa, de 53 anos, e Raimundo Bonifácio do Nascimento Filho, de 43. O suspeito do crime também foi morto a tiros por um policial de outra corporação, que estava passando pelo local, à paisana.

Segundo nota da PRF, durante uma fiscalização, Raimundo e Márcio foram auxiliar uma pessoa que caminhava desorientada na rodovia entre os veículos, a fim de evitar possível atropelamento. 

No momento da retirada do homem da via, ele resistiu à abordagem e entrou em luta corporal com os PRFs. Em seguida, disparou com arma de fogo contra os policiais. 

Um terceiro policial, da Polícia Rodoviário Estadual (PRE) do Ceará, presenciou o crime e atirou no suspeito, matando-o.

Ainda segundo a Corporação, agentes da PRF, do Batalhão de Policiamento de Rondas e Ações Intensivas e Ostensivas (BPRaio), da Polícia Militar, e de outras forças de segurança estão no local da ocorrência. Um helicóptero da PM também foi acionado e pousou na pista.

Os policiais faziam parte do Comando de Operações Especiais da PRF.

Márcio Helio tinha 15 anos na instituição. Ele nasceu em Baturité/CE, e atuou em diversos setores da PRF, com lotação no Ceará e em Roraima. Era casado e deixa um filho. 

Raimundo Filho ingressou na PRF em 2005. Ele é natural de Viçosa/CE, e atuou nos estados do Maranhão, Roraima e Ceará. Era casado e deixa duas filhas.

"O falecimento dos nossos policiais entristece toda a instituição. Manifestamos nossa sincera solidariedade e irrestrito apoio à família, desejando conforto também a familiares e amigos neste momento de dor", diz a PRF, na nota. 
 
(Com informações do Estado de Minas) 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade