UAI
Publicidade

Estado de Minas DESACATO

'Vai limpar lixo, tenho nível superior', diz homem para garis; veja vídeo

Em imagens que circularam nas redes sociais, o morador de Icoaraci, em Belém, no Pará, aparece humilhando os trabalhadores


25/01/2022 18:25 - atualizado 25/01/2022 19:02

O homem, identificado como Fabrício Modesto, aparece humilhando os trabalhadores da limpeza em vídeo
O homem, identificado como Fabrício Modesto, aparece humilhando os trabalhadores da limpeza em vídeo (foto: Reprodução)
Um morador do distrito de Icoaraci, em Belém, no Pará, foi filmado destratando garis, durante serviços de retirada de entulhos. O caso aconteceu no sábado (22/1), mas a gravação circulou nas redes sociais nessa segunda-feira (24/1).

 

 


Nas imagens, o homem diz "vai limpar lixo" e que ele não iria varrer o chão, porque tinha nível superior. "Pode tirar ali, 'bora', tudinho, mais ali", debocha.
 

De acordo com a Agência Distrital de Icoaraci, que é ligada à Prefeitura de Belém, a assessoria jurídica foi acionada e um boletim de ocorrência foi registrado pelo crime de desacato.

A Agência informou ainda que a Secretaria de Segurança Pública do Estado e a Polícia Civil do Pará seriam acionadas para apurar o caso e punir o morador, identificado como Fabrício Modesto.
 
A Polícia Civil disse que apura o caso por meio da Delegacia de Combate aos Crimes Discriminatórios e Homofóbicos e que os envolvidos no caso serão intimados a prestar depoimentos.

Resposta pelas redes sociais


O morador publicou um vídeo no Facebook dando sua versão para os fatos. Ele alega que queria apenas registrar a limpeza em sua rua, dias após abrir um protocolo de retirada de entulho. 

Ele pediu desculpas pelo tom usado contra os garis e disse que não queria humilhá-los. 

"Eu não esperava que essa situação ganhasse a proporção que ganhou. Eu, de antemão, quero pedir desculpas. Muitas pessoas me falaram que não foi o que eu falei, mas a forma que eu usei, muito forte, isso é da minha personalidade. Me perdoem, eu não quis em momento algum humilhar ninguém, até porque eu estava no meu direito de cidadão, eu fiz uma cobrança, fiz um pedido, foi feito um protocolo, eu esperava que ele fosse executado no tempo que me falaram. Eu há muitos anos venho lutando por essa questão do lixo, pela melhoria de Icoaraci", afirmou.
 
 
 
* Estagiária sob supervisão da subeditora Ellen Cristie. 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade