UAI
Publicidade

Estado de Minas PORTA DOS FUNDOS

Rússia autoriza extradição de suspeito do ataque ao Porta dos Fundos

Eduardo Fauzi foi preso em Moscou, na Rússia, pela Interpol em setembro de 2020


13/01/2022 16:58 - atualizado 13/01/2022 17:33

Eduardo Fauzi em foto de redes sociais
Eduardo Fauzi é suspeito de atacar a sede do Porta dos Fundos (foto: Redes Sociais/Reprodução)
A Procuradoria-Geral da Rússia autorizou, nesta quinta-feira (13/1), a extradição do economista e empresário Eduardo Fauzi, suspeito de integrar o grupo que jogou coquetéis molotov na fachada da produtora Porta dos Fundos, no Rio de Janeiro.
Fauzi foi preso pela Interpol, em Moscou, em setembro de 2020.
De acordo com as investigações, cinco pessoas participaram do crime e Fauzi foi o único que fugiu com o rosto descoberto. O ataque aconteceu na véspera de Natal, em 2019.
 
Segundo o documento enviado à embaixada brasileira, a entrega da custódia de Fauzi a policiais brasileiros será feita no Aeroporto Internacional de Moscou, duas horas antes do voo.
 
De acordo com um documento, ele está preso preventivamente em uma penitenciária federal na capital russa.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade