Publicidade

Estado de Minas APÓS ACUSAÇÕES

Advogado é condenado à prisão por injúria e difamação contra Felipe Neto

Mizael Izidoro associou o youtuber ao massacre na escola de Suzano (SP). Pena será cumprida no regime aberto


05/03/2021 22:56

(foto: Reprodução/Instagram)
(foto: Reprodução/Instagram)

Após um processo movido pelo youtuber Felipe Neto, a 3ª Vara Criminal de Campinas, em São Paulo, condenou o advogado Mizael Izidoro a cinco meses de prisão por injúria e difamação. O homem poderá cumprir a pena em regime aberto — podendo ainda ser substituído por serviços à comunidade. As informações são do portal Uol. A notícia foi apresentada pelo colunista Ancelmo Gois, do jornal O Globo.

A ação do youtuber ocorreu após Izidoro publicar conteúdos em seu perfil do Twitter acusando Felipe Neto. Segundo a sentença, o advogado tentou associar o influenciador ao ataque em uma escola de Suzano (SP), que ocorreu em março de 2019. Atualmente, o perfil de Izidoro na rede social se encontra privado.
A sentença ainda aponta a tentativa de conciliação entre as partes — por duas ocasiões —, que não obtiveram sucesso porque Izidoro não foi localizado. O advogado concorreu às eleições municipais de 2020 como vereador pelo PSL, mas não conseguiu votos suficientes para se eleger.

Pelas redes sociais, Felipe Neto confirmou a condenação e defendeu o papel da Justiça em casos de injúria e difamação: "Advogado criminal bolsonarista fanático, Mizael Izidoro, que inclusive foi para Brasília participar de atos, foi condenado a 5 meses de prisão por me associar ao atentado terrorista de Suzano. A Justiça continua sendo um caminho!".



receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade